Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Maradona revela que Pelé ignorou pedido de ajuda a Garrincha

Roma (Itália)

Diego Armando Maradona segue sem papas na língua. E o seu principal alvo parece, mesmo, ser Pelé. Em visita ao jornal italiano Gazzetta dello Sport na última quinta-feira, o ex-jogador argentino teceu severas críticas ao Rei do Futebol e afirmou que o brasileiro ignorou um suposto pedido de ajuda da ex-mulher de Garrincha, Elza Soares, quando o ex-botafoguense encontrava-se em um difícil momento de sua vida.

Segundo a versão de Maradona, Mané sofria com problemas financeiros e de saúde no início da década de 80, quando a cantora procurou Pelé em busca de ajuda. O eterno camisa 10, no entanto, teria ignorado o pedido da artista, que viu Garrincha morrer algum tempo depois, em 23 de janeiro de 1983, vítima de cirrose, decorrência do alcoolismo.

“Ela se aproximou de mim um dia e me disse que foram pedir ‘uma mão’ a Pelé, mas ele não respondeu. Certo, todo mundo faz o que quer de sua vida, mas Pelé estava na crista da onda e poderia ter feito alguma coisa. Por isso Pelé não é amado no Rio de Janeiro”, declarou El Pibe, em entrevista reproduzida pelo Gazzetta dello Sport nesta sexta-feira.

Elza Soares e Garrincha começaram a se relacionar no fim de 1961, auge da carreira do ex-jogador. Na época, o envolvimento causou enorme polêmica, visto que Mané era casado, e Elza, uma cantora em início de curso. O casal uniu-se oficialmente em 1968 e permaneceu junto até 1977, quando a artista foi agredida pelo ex-craque, já sofrendo com o alcoolismo. Mesmo separada, porém, Elza sempre manteve bom relacionamento com antigo parceiro, morto em 1983.

Com Pelé, por outro lado, a relação de Garrincha iniciou-se antes. E teve mais sucesso. Craques de Santos e Botafogo no início da década de 60, Rei do Futebol e Mané, respectivamente, protagonizaram confrontos históricos em uma época na qual a rivalidade entre paulistas e cariocas era enorme. No entanto, chegaram ainda muito jovens à Seleção Brasileira e formaram uma dupla de respeito com a camisa verde e amarela, conquistando os títulos das Copas do Mundo de 1958 e 1962. Juntos em campo pela Seleção canarinho, Pelé e Garrincha nunca foram derrotados.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Diego Armando Maradona acusou Pelé de não ter feito nada para ajudar seu ex-companehiro Garrincha

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade