Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Diretor culpa oscilação por saída de Dunga e confirma pouca relação

Porto Alegre (RS)

A diretoria do Inter ainda não sabe quem será o substituto de Dunga no comando técnico do time, embora sonhe com Abel Braga. Sobre a demissão do ex-treinador, anunciada nesta sexta-feira, a cúpula culpa a irregularidade da equipe neste Campeonato Brasileiro, com oscilação entre tempos.

Diretor-executivo do clube, Newton Drummond justificou. “A análise vinha sendo feita há algum tempo. Nos últimos quatro jogos, o time fez um bom primeiro tempo, mas não teve a capacidade para fazer isso no segundo. Não estava apresentando um bom futebol”, disse à Fox Sports.

Mas, de acordo com a imprensa gaúcha, este não teria sido o único fator que culminou na saída do tetracampeão: uma possível má relação com os dirigentes está em pauta, e não foi negada por Newton Drummond. Diretoria e técnico tinham um contato “apenas profissional”.

“A gente conhecia o histórico do Dunga. Ele sempre foi um cara muito fechado, direto nas respostas, que, às vezes, constrangem as pessoas. E ele manteve isso aqui. Ele não é de muitos amigos. Mas isso não tem nada a ver. É apenas um padrão de trabalho, que aceitamos”, esclareceu o diretor.

Perguntado sobre negociações com Abel Braga, demitido do Fluminense, Neton Drummond, desconversou, mas admitiu interesse. “Se por acaso ele nos convidar pra um almoço ou jantar, aceitaremos”, brincou, antes de idealizar o próximo técnico colorado: “Tem que ter uma história vencedora”.

Mas é muito provável que, neste domingo, a partir das 16 horas (de Brasília), os gaúchos vejam Clemer, atualmente nas categorias de base, à beira do campo do Centenário, em Caxias do Sul (RS), local do duelo com o Fluminense, pela 26ª rodada da Série A.

O Inter vem de quatro derrotas consecutivas e aparece exatamente no meio da tabela de classificação, com 34 pontos. A diferença de tentos para o G-4 é de sete, mas a para a zona de degola é de só seis. Já o Flu vem em ascensão sob o comando de Vanderlei Luxemburgo, e sonha com a Libertadores.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade