Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Diretoria do Vasco demite Dorival Júnior e parte para última cartada

Rio de Janeiro (RJ)

Dorival Júnior não é mais técnico do Vasco da Gama. A segunda passagem do treinador por São Januário foi encerrada na noite desta segunda-feira após reunião com dirigentes do clube. O Gigante da Colina viu a crise ampliar no último domingo ao perder de virada para a Ponte Preta nos últimos minutos por 2 a 1 e cair para a antepenúltima colocação do Campeonato Brasileiro.

O comandante esteve à frente do time carioca por 29 rodadas, não conseguiu afastar o fantasma do rebaixamento e ainda foi eliminado em casa para o Goiás na semana passada pelas quartas de final da Copa do Brasil. Na ocasião, a torcida chegou a aplaudir o time após o apito final, mas a paciência voltou a se esgotar com novo tropeço na Série A.

Contratado para substituir Paulo Autuori, que se transferiu para o São Paulo e hoje está desempregado, Dorival recebeu reforços da diretoria, mas conviveu com excesso de lesões de seus jogadores e falhas do sistema defensivo. Além do zagueiro veterano Cris, os goleiros Diogo Silva, Alessandro e Michel Alves também comprometeram o trabalho do técnico, que somou cerca de 40% de aproveitamento e acumulava quatro jogos sem vitórias.

O Vasco ocupa a 18ª posição do Brasileirão com 33 pontos em 31 uma rodadas. São três pontos de diferença para o Fluminense, o primeiro time fora da zona de rebaixamento e sete partidas para o encerramento da competição nacional. À espera do novo comandante, o Cruz-maltino dá sequência aos preparativos para o duelo com o Coritiba às 19h30 (de Brasília) de sábado, em Macaé.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade