Futebol/Golden Foot 2013 - ( - Atualizado )

Drogba surpreende e vence Golden Foot 2013; Valderrama é homenageado

Monaco (França)

Para a surpresa de muitos, o atacante marfinense Didier Drogba faturou a 11ª edição do Golden Foot, em cerimônia na noite desta quarta-feira, em Mônaco. O africano levou a melhor em eleição que contava com outros nove nomes: Cristiano Ronaldo, Andrea Pirlo, Samuel Eto'o, David Beckham, Andrés Iniesta, Frank Lampard, Iker Casillas, David Trezeguet e Miroslav Klose. A premiação condecora o jogador, com pelo menos 28 anos, que mais se destacou na última temporada.

Drogba foi o principal nome do Galatasaray, campeão turco e quadrifinalista da última Liga dos Campeões da Europa. Há dois anos, ele liderou o Chelsea ao inédito título europeu após anotar o gol que levou a decisão diante do Bayern de Munique para a prorrogação. No fim, o destino fez com que ele convertesse o pênalti que garantiu a conquista do principal torneio da história dos Blues.

O Golden Foot é um prêmio distribuído anualmente. Inicialmente, dez candidatos são escolhidos por um painel de jornalistas internacionais com base em alguns critérios. Dentre eles, o jogador deve ter pelo menos 28 anos de idade e ainda estar jogando profissionalmente. Na sequência, uma votação pela internet é realizada para determinar o vencedor. Neste ano, a eleição durou quatro meses.

Divulgação
O atacante marfinense Didier Drogba superou Cristiano Ronaldo e Iniesta e faturou o Golden Foot 2013

Tradicionalmente, o congratulado deixa um molde permanente da marca de seus pés em um local chamado “O Passeio dos Campeões”, em frente ao mar do Principado de Mônaco. Três brasileiros já fizeram isto: Ronaldo, em 2006, Roberto Carlos, em 2008, e Ronaldinho Gaúcho, em 2009. O eleito do ano passado foi o sueco Ibrahimovic, do Paris Saint-Germain. O meia italiano Roberto Baggio foi o primeiro a levar o troféu, em 2003.

Divulgação
O colombiano Carlos Valderrama foi homenageado na cerimônia da noite desta quarta-feira
Além de Droga, outros três jogadores foram homenageados na cerimônia desta quarta-feira, em Monaco. O colombiano Carlos Valderrama, o francês Jean-Pierre Papin e o argentino Osvaldo Ardiles receberam um prêmio honorário. Eles também deixaram a marca de seus pés no local e posaram com as camisas de suas respectivas seleções.

Conhecido como El Pibe, Valderrama foi o destaque da histórica seleção colombiana do início da década de 1990, eliminada nas oitavas de final da Copa do Mundo da Itália e ainda na primeira fase do Mundial de 1994, nos EUA.Papin, por sua vez, anotou 34 gols em 50 jogos com a camisa da seleção francesa, e formou dupla de respeito ao lado de Michel Platini na equipe que encantou o mundo na Copa de 1986. Já Ardiles foi campeão mundial pela seleção argentina em 1978 e participou do Mundial de 1982 ao lado de Diego Maradona.

Os três ainda autografaram as históricas camisas de suas seleções e compareceram à festa organizada pela premiação na noite da última quarta-feira.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade