Futebol/Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Em clima de festa, Palmeiras enfrenta Azulão para confirmar acesso

Luiz Ricardo Fini São Paulo (SP)

O Palmeiras pode atingir neste sábado seu grande objetivo na temporada. Rebaixado à Série B do Campeonato Brasileiro no ano passado, o Verdão precisa apenas de um empate, diante do São Caetano, para confirmar matematicamente seu acesso, 343 dias depois da degola. Às 16h20 (de Brasília), o time dirigido por Gilson Kleina encontrará um clima de festa no estádio do Pacaembu, apesar de a diretoria tentar afastar a todo custo a euforia.

O cenário está pronto para o regresso alviverde. Depois de ter ficado longe da capital paulista por seis rodadas desta segunda divisão, o Verdão retorna ao estádio municipal justamente quando tem a grande chance do acesso. Além disso, o clube estreia neste sábado seu uniforme comemorativo, nas cores verde e amarela, em homenagem ao centenário, que será festejado na próxima temporada. Em meio a tantos fatores positivos, Kleina alerta para a necessidade de não bobear contra o Azulão.

“Tenho certeza de que todos são merecedores (da volta à Série A), principalmente os atletas, que incorporaram o espírito da Série B e fizeram um campeonato incontestável. O São Caetano é dificílimo e pode se aproveitar pelo Palmeiras ter ficado muito na mídia. Vamos ter de ser competentes, para conseguirmos o alívio e resgatarmos o orgulho do palmeirense”, afirmou.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Valdivia está de volta ao Palmeiras no jogo que pode determinar a volta do time à elite
A combinação de resultados na rodada passada fez o Palmeiras chegar à partida decisiva sem a obrigação de vencer. Com 68 pontos, o clube precisa de apenas mais um, já que há confrontos diretos entre os outros postulantes às quatro vagas na Série A. Assim, o time pode obter a classificação mesmo tendo depois mais seis rodadas em disputa na competição.

Para o jogo deste sábado, o Verdão terá novamente a presença de Valdivia, depois de ter ficado cinco partidas longe da equipe. O chileno cumpriu suspensão automática contra o ABC e ficou fora diante de Figueirense, Guaratinguetá e Icasa porque servia à seleção de seu país. Depois disso, ainda foi vetado pelos médicos no encontro com o Bragantino, mas está confirmado neste sábado e deixa o treinador ainda mais esperançoso do acesso.

“Todos os articuladores que temos são importantes, mas o Valdivia tem a genialidade, porque consegue antever as jogadas. Nesses jogos decisivos, com caráter de final, parece que tudo conspira para um jogador que faz a diferença”, afirmou o treinador, que promoveu o retorno do chileno no lugar de Felipe Menezes.

Dois titulares estão fora do confronto. O zagueiro Vilson ainda não se recuperou de tendinite no joelho esquerdo e segue sendo substituído por André Luiz. Já o atacante Leandro foi expulso na rodada passada e cederá sua vaga a Ananias, que garantirá a manutenção do time com três atacantes, ao lado de Vinícius e Alan Kardec.

Enquanto o Palmeiras está perto do acesso, o São Caetano luta para escapar da parte de baixo da tabela. O clube ocupa a zona de rebaixamento e, para piorar, não poderá contar com Danilo Bueno, Moradei, Rivaldo, Jael e Danielzinho, entregues ao departamento médico.

Mesmo assim, o clube está confiante em um triunfo. “Teoricamente, é o jogo mais difícil do campeonato, contra o líder, jogando com o apoio de sua torcida. Mas temos de lembrar que o futebol é decidido dentro de campo. Tivemos um exemplo claro na Série A. O São Paulo ganhou do Cruzeiro no Mineirão e ninguém esperava. Precisamos acreditar que podemos surpreender, como sempre foi a marca do São Caetano”, comentou o volante Fabinho.

Arte GE.Net
FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS X SÃO CAETANO

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 26 de outubro de 2013, sábado
Horário: 16h20 (de Brasília)
Árbitro: Wilson Luiz Seneme (Fifa-SP)
Assistentes: Carlos Augusto Nogueira Júnior e Anderson José de Moraes Coelho (ambos de SP)

PALMEIRAS: Fernando Prass; Luis Felipe, André Luiz, Henrique e Juninho; Márcio Araújo, Wesley e Valdivia; Ananias, Alan Kardec e Vinícius
Técnico: Gilson Kleina

SÃO CAETANO: Rafael Santos; Samuel Xavier, Gabriel, Luiz Eduardo e Fernandinho; Fabinho, Leandro Carvalho, Wagner Carioca e Éder; Marcelo Soares e Cassiano Bodini
Técnico: Pintado

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade