Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Em dia de "volume maior de jogo", Galo vê árbitro como vilão

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

Os jogadores do Atlético-MG consideram que o time alvinegro fez um bom jogo contra o Furacão, mas lamentaram as expulsões do avante Alecsandro e do lateral-direito Marcos Rocha, que dificultaram a vida atleticana contra o xará paranaense. O goleiro Giovanni afirma que o Galo foi melhor no jogo e evitou entrar em polêmicas ao comentar a arbitragem, que além das expulsões, aplicou vários cartões amarelos ao time mineiro.

“A gente teve um volume maior de jogo. Criamos mais oportunidades até perder jogadores. Infelizmente não conseguimos a vitória aqui. Agora vamos trabalhar para vencer o próximo jogo. É complicado falar de arbitragem. Agora já acabou e vamos deixar para quem tem que reclamar com o juiz. Jogamos bem, mas não vencemos, agora é continuar trabalhando”, declarou.

Já o volante Leandro Donizete, ao contrário de Giovanni, foi bem claro ao atribuir o resultado negativo ao trio de arbitragem, que segundo ele, aplicou carões em excesso aos atletas do Galo e prejudicou muito a equipe expulsando dois atletas. Apesar dos problemas de arbitragem, Leandro Donizete gostou da exibição alvinegra.

“Juiz todo errado contra nós. Deu cartões toda hora em faltinhas simples, mas vamos trabalhar forte porque no domingo tem mais. Jogamos de igual para igual, mas aqui é difícil jogar, com eles precisando do resultado, pressão da torcida, e agente valorizou até o fim a vitória deles, mas com dois expulsos fica difícil. A equipe está de parabéns”, disse.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade