Futebol/Amistosos Internacionais - ( - Atualizado )

Felipão escala Ramires no lugar de Hulk e deixa apenas Oscar na armação

Paju (Coreia do Sul)

Titular absoluto de Luiz Felipe Scolari durante a disputa da Copa das Confederações, em junho deste ano, o atacante Hulk começou a perder lugar entre os onze iniciais da Seleção Brasileira. Nesta quinta-feira, em treinamento realizado no KFA National Football Centre, próximo da divisa entre a Coreia do Sul e do Norte, o canhoto ficou de fora do time titular, abrindo espaço para Ramires formar um trio de volantes ao lado de Paulinho e Luiz Gustavo, no amistoso contra a seleção sul-coreana, neste sábado, às 8 horas (de Brasília).

Curiosamente, o atacante do Zenit St. Petesburgo é escalado no time reserva de Felipão justamente em um de seus melhores momentos desde a chegada na equipe russa, em 2012. Se no ano passado ele não foi bem, neste início de temporada vem chamando a atenção com grandes atuações no campeonato nacional e Liga dos Campeões da Europa. Anotou oito gols nos últimos oito jogos e vem, inclusive, ganhando a confiança da torcida brasileira, que tanto o criticou durante a Copa das Confederações.

Nesta quinta-feira, ele foi barrado do time titular, deixando vaga para Ramires, ausência no torneio da Fifa por opção de Felipão. Assim como no último amistoso brasileiro, contra Portugal, em Boston, o volante do Chelsea formou trio de cabeças de área ao lado de Luiz Gustavo e Paulinho. Em relação à partida contra os lusos, aliás, foram cinco mudanças, muitas delas já previstas.

Mowa Press
Felipão escalou Ramires ao lado de Luiz Gustavo e Paulinho entre os titulares; Hulk pode entrar no lugar de Neymar

Júlio César, Maicon e Thiago Silva, titulares no último amistoso, estão lesionados e sequer foram convocados. Por outro lado, Maxwell e Bernard foram sacados por opção do treinador, dando lugar a Marcelo e Oscar, respectivamente. Assim, Felipão mandou a campo um time formado com Jefferson; Daniel Alves, Dante, David Luiz e Marcelo; Luiz Gustavo, Ramires, Paulinho e Oscar; Neymar e Jô. Com a pancada sofrida pelo atacante do Barcelona em dividia com Hernanes, no entanto, Hulk entrou na equipe titular, podendo, assim, manter-se entre onze iniciais no amistoso diante da Coreia do Sul.

Entre os reservas, a ‘supresa’ da atividade foi a presença de Kim Yong Kwan, atleta da seleção Sub-20 da Coreia do Sul, que completou o time na lateral direita – justamente na vaga deixada por Maicon, cortado antes da viagem com lesão na coxa. O goleiro Victor, lembrado após a contusão de Julio Cesar, foi o único atleta brasileiro que não participou do coletivo. Ele fez apenas um trabalho técnico separado durante a atividade.

A escalação titular, assim como a presença de Neymar no jogo deste fim de semana, deve ser definida apenas nesta sexta-feira, em treinamento da Seleção Brasileira no Estádio Sang-Am, em Seul, palco da partida do dia seguinte, às 8 horas (e Brasília). Dois dias depois, o Brasil mede forças com a Zâmbia no Estádio Ninho do Pássaro, em Pequim.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade