Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Feliz pelo gol, Barcos ressalta importância da vitória do Grêmio

Do correspondente Vicente Fonseca Porto Alegre (RS)

Nesta quarta-feira, o centroavante Barcos quebrou um dos maiores jejuns de sua carreira. Com o gol marcado na vitória por 1 a 0 sobre o Corinthians, o argentino encerrou um período de 924 minutos sem ir às redes. A última vez havia sido na vitória do Grêmio por 2 a 0 sobre o Náutico, dia 11 de setembro. Em todo esse período, o discurso do Pirata foi de que o importante não era marcar gols, mas que o Grêmio vencesse.

Apesar de ter marcado diante do Timão, o argentino repetiu o discurso em prol da coletividade. “Estou muito feliz por ter marcado o gol, mas o importante é que a equipe venceu, não eu ter feito gol. Conseguimos três pontos muito importantes e continuamos na briga”, afirmou o capitão gremista, que deixou o campo após sofrer uma pancada, mas não preocupa para o Gre-Nal de domingo.

Barcos também agradeceu o apoio do técnico Renato Gaúcho, que bancou sua permanência como titular apesar da má fase. “Ele tem confiança em mim, e eu tento retribuir. Também tenho que agradecer muito aos meus companheiros, que me deram apoio sempre. Agora temos o Gre-Nal, um jogo sempre muito difícil, mas lindo de se jogar”, complementou.

Com a vitória sobre o Timão, o Grêmio chegou aos 52 pontos, ainda dez atrás do líder Cruzeiro. A equipe reassumiu a segunda colocação do Brasileirão e se manterá nela caso o Botafogo não vença o Vitória, em Salvador, nesta quinta-feira.

Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Hernán Barcos abraça Renato Gaúcho, que o manteve no time apesar do longo jejum de gols

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade