Futebol/Copa do Brasil - ( )

Em duelo equilibrado, Flamengo e Botafogo batalham no Maracanã

Gazeta Press Rio de Janeiro (SP)

Depois de um empate emocionante por 1 a 1 no jogo de ida, Flamengo e Botafogo fazem nesta quarta-feira, às 21h50 (de Brasília), o confronto decisivo pelas quartas de final da Copa do Brasil. Apenas um dos times deixará o Maracanã, classificado, enquanto que o outro terá apenas o Campeonato Brasileiro para se preocupar. Esse jogão mexeu até com a estratégia dos dois treinadores para os jogos no fim de semana pelo Brasileirão. Jayme de Almeida poupou algumas peças e viu o Rubro-Negro cair por 1 a 0 diante do Atlético-MG. Já Oswaldo de Oliveira foi mais radical, preservou praticamente todos os titulares e o Glorioso não conseguiu mais do que um 2 a 2 contra o Vasco.

Como as duas partidas estão sendo disputadas no Maracanã, não há critério de gol marcado como visitante. Assim, independentemente do marcador, qualquer empate forçará a disputa de pênaltis nesta quarta-feira, enquanto que o ganhador avançará de forma direta. O classificado pegará na próxima etapa quem sair do duelo entre Vasco e Goiás, que jogam nesta quinta-feira, no Rio de Janeiro. Na ida, os goianos venceram por 2 a 1.

Divulgação/Flamengo
Jayme de Almeida espera mais equilíbrio no Maracança, onde time tem feito clássicos com esta característica
O regulamento que prevê pênaltis em qualquer empate não está sendo levado muito em consideração pelos jogadores dos dois times, que entendem que o segredo é entrar em campo pensando em ganhar.

“Acho que quando falamos de um clássico não vale muito isso de jogar pelo empate ou por uma vitória por um determinado número de gols. A rivalidade fala alta e todos buscam a vitória. Acho que vai ser mais um grande jogo e temos que estar preparados para tudo o que este tipo de partida reserva”, disse o volante botafoguense Renato.

O goleiro flamenguista Felipe concorda. “Vai ser um jogo aberto, com os dois times buscando a vitória. Assim foram todos os encontros entre Flamengo e Botafogo este ano, e não espero nada muito diferente disso agora”, disse Felipe.

Jayme de Almeida concorda com seu atleta, mas mostra otimismo para o clássico. “Espero uma partida equilibrada, como tem sido a marca do clássico. Mas o Flamengo vem mostrando que pode enfrentar e vencer qualquer adversário e isso me deixa otimista para este jogo. Temos plenas condições de impormos o nosso estilo e deixarmos o gramado com o triunfo e a classificação”, disse.

Já Oswaldo de Oliveira espera um jogo de xadrez nesta quarta-feira. O treinador listou uma série de fatores que tornam o clássico mais atraente. “Será um jogo com muitos ingredientes que o tornam decisivo. O fato de valer vaga nas semifinais, poder ser decidido nos pênaltis, ser um clássico, enfim, são muitos componentes que tornam o duelo atípico, e precisamos estar preparados. Temos que colocar em prática tudo o que foi trabalhado”, receitou o treinador.

Divulgação/Botafogo F. R.
Vitória e classificação na Copa do Brasil poderão elevar moral do Botafogo no Campeonato Brasileiro
Com o retorno dos titulares, Oswaldo terá que mexer apenas na lateral-direita, já que Edilson recebeu o terceiro cartão amarelo na partida de ida e cumprirá suspensão. O jovem Gilberto assume o posto.

Pelo lado do Flamengo, Jayme de Almeida conta com os seus jogadores considerados titulares e deverá manter a base que vinha jogando antes do jogo com o Galo.

As duas equipes já se enfrentaram cinco vezes esse ano, e o Botafogo leva vantagem. A única vitória flamenguista foi por 1 a 0 no primeiro duelo, na fase de classificação da Taça Guanabara. Pela semifinal do mesmo duelo, o Glorioso eliminou o rival, ganhando por 2 a 0. No Brasileiro houve empate por 1 a 1 no primeiro turno, enquanto que o Botafogo fez 2 a 1 no returno. Além disso, aconteceu o 1 a 1 do duelo de ida da Copa do Brasil.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO X BOTAFOGO

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 23 de outubro de 2013, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Paulo César de Oliveira (Fifa-SP)
Assistentes: Emerson de Carvalho (Fifa-SP) e Fábio Pereira (Fifa-TO)

FLAMENGO: Felipe; Leonardo Moura, Wallace, Chicão e André Santos; Amaral, Luiz Antonio, Elias e Carlos Eduardo; Paulinho e Hernane
Técnico: Jayme de Almeida

BOTAFOGO: Jéfferson; Gilberto, Dória, Bolívar e Julio Cesar; Marcelo Mattos, Renato, Gegê, Seedorf e Lodeiro; Rafael Marques
Técnico: Oswaldo de Oliveira

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade