Futebol/Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Flamenguistas citam apoio torcida para justificar boa atuação

Rio de Janeiro (RJ)

Um desavisado que adentrasse o Maracanã ao fim da partida entre Botafogo Flamengoneste domingo, no Maracanã, poderia achar que o jogo teve dois vencedores. Após o apito final do duelo, que acabou com vitória alvinegra por 2 a 1, ambas as torcidas gritaram e festejaram a atuação dos times. Para os jogadores e o treinador do Flamengo, Jayme de Almeida, esta é a principal resposta de que a equipe rubro-negra não merecia a derrota.

“Essa é a torcida do Flamengo né? Se ela está fazendo isto mesmo com a derrota, é porque está vendo que a nossa equipe batalha até o final”, disse o lateral direito Léo Moura, antes de completar: “E nós fizemos questão de agradecer, porque ela tem nos apoiado neste Campeonato Brasileiro”.

Discurso parecido adotou o comandante flamenguista, Jayme de Almeida. Além de se mostrar satisfeito com a atuação de seus jogadores, ele, que foi derrotado pela primeira vez como técnico do Rubro-Negro neste domingo, ressaltou o apoio da torcida após o resultado negativo. “Mesmo na derrota, eles demonstraram que confiam na gente. Eu sei que é muito chato perder do jeito que perdemos, mas eu falei para os meninos no vestiário: Vão para casa com a cabeça erguida, porque nós demos o nosso melhor. Buscamos o gol a todo momento e não merecíamos perder”, afirmou.

Jayme continuou elogiando os seus atletas, mas lamentou a falta de eficiência no ataque. Na segunda etapa, principalmente depois que sofreu o gol da virada, anotado por Rafael Marques, o Flamengo foi para cima do Botafogo e pressionou muito. Chegou a acertar uma bola na trave com Elias, e, não fosse algumas defesas de Renan, poderia sair de campo com um resultado melhor.

“É uma emoção diferente. Você fica satisfeito com o time, mas insatisfeito com o resultado. O nosso time fez o possível para não perder, até para vencer o jogo. O futebol é gol. Mas eu confesso que é uma sensação muito ruim. Cada jogo tem a sua história. De repente você joga bem, mas perde, e temos que aceitar que elas foram mais competentes. A quantidade de bolas que nós perdemos, eles fizeram em duas oportunidades”, afirmou.

O zagueiro Chicão foi além, e afirmou que o placar de 2 a 1 não justificou o que aconteceu durante os 90 minutos. “Com todo respeito ao Botafogo, mas agora está explicado porque a gente fala que o futebol às vezes não é justo. Eles tiveram oportunidade, fizeram os gols, mas nós tivemos várias aqui no final e a bola não quis entrar”, decretou.

A derrota fez o Flamengo cair três posições na tabela do Campeonato Brasileiro. Agora no 10º posto, a cinco pontos da zona de rebaixamento e a onze do grupo dos quatro primeiros colocados, o Rubro-Negro busca a reabilitação já nesta quarta-feira, no mesmo estádio do Maracanã, às 21h50 (de Brasília), diante do Bahia.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade