Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Fluminense de 2009 é espelho pro ASA na Série B

Arapiraca (AL)

Ocupando a lanterna do Campeonato Brasileiro da Série B e detentor de um aproveitamento de 28%, o ASA traz consigo um adverso retrospecto de 21 derrotas em 31 jogos disputados. Porém, a vitória na última rodada diante do Oeste, no estádio Coaracy da Mata Fonseca, pelo placar de 3 a 0, revigorou a equipe de Arapiraca, que voltou a pregar um discurso otimista após derrubar um tabu de dez jogos sem triunfar. Neste contexto, os atletas alvinegros se baseiam no Fluminense de 2009 para seguirem firme na luta contra o rebaixamento. Na ocasião, a equipe tricolor, que tinha 99% de chances de queda, escapou da degola nas rodadas finais, contrariando as probabilidades matemáticas e servindo de espelho para os clubes que se encontram em situações delicadas.

O triunfo sobre o Rubro-Negro itapolitano em seus domínios surtiu como uma reviravolta dentro e fora de campo. Nos bastidores do elenco do Fantasma, a situação fez com que o técnico Heron Ferreira voltasse a conceder uma entrevista, que foi acompanhada de um pedido de desculpas. Nela, o comandante relacionou a “Lei do Silêncio” a um problema de indisciplina, criado nos vestiários da equipe. Na visão do treinador, era momento de se resguardar.

Passado o sufoco, Heron Ferreira admitiu ter tirado um peso das costas e fez questão de exaltar a atuação de três atletas no último triunfo: o goleiro Marcus Vinícius, que barrou Gílson na posição, o volante Gláuber e o atacante Elionar Bombinha.

Entretanto, uma das “chaves” para a vitória do ASA esteve na preleção: a diretoria do clube arapiraquense apresentou o vídeo com a épica trajetória do Fluminense no Campeonato Brasileiro de 2009 para motivar seus atletas. Na visão do lateral-esquerdo Chiquinho Baiano, um dos mais experientes da equipe, a película foi de grande valia, resgatando a crença de que o Fantasma pode escapar desta incômoda situação e despertando em cada atleta a garra necessária para brigar até os últimos segundos.

Um dos responsáveis pela ação, o presidente do clube, Jotinha Alexandre, fez questão de ressaltar a mudança de ânimo no elenco do ASA. Para o mandatário, a diretoria fez tudo o que poderia fazer, deixando claro que a recuperação está exclusivamente nas mãos dos atletas e membros da comissão técnica.

O próximo compromisso do ASA na Série B acontece neste sábado, em Recife, quando a equipe visita o Sport na Ilha do Retiro. A partida será às 16h20.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade