Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Gols perdidos por Samuel tiram o sono de Jean e Luxemburgo

Belo Horizonte (MG)

A crise definitivamente voltou a assombrar o Fluminense. Os cariocas visitaram o líder Cruzeiro na última quarta-feira pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro e saíram derrotados por 1 a 0. O placar no Mineirão, no entanto, poderia ter sido diferente caso o centroavante Samuel não tivesse desperdiçado duas chances com o gol vazio.

O garoto foi escolhido por Vanderlei Luxemburgo para substituir o suspenso Biro Biro e formar dupla de ataque com Rafael Sobis. Mas o desempenho do atacante esteve longe de agradar o treinador. Aos 31 minutos do primeiro tempo, Samuel recebeu passe preciso do parceiro na pequena área e, com Fábio já batido, isolou por cima do gol.

Aos 38 da etapa complementar, foi a vez do volante Jean chegar à linha de fundo e bater cruzado. Fábio espalmou para o meio da área e a bola ficou limpa para Samuel chegar de carrinho e mais uma vez desperdiçar. “No primeiro lance era pra eu chegar chapando, aí sei lá o que aconteceu. E no segundo eu entrei de carrinho e infelizmente acabei perdendo”, tentou explicar o centroavante.

Na saída do gramado, Jean não escondeu a irritação com as chances desperdiçadas. O meio campista elogiou a atuação da equipe diante do melhor time do Brasileirão, mas alertou que os erros nas finalizações podem complicar ainda mais a vida do Tricolor das Laranjeiras na briga contra a zona de rebaixamento.

Nelson Perez/Fluminense FC
Samuel não teve noite feliz no Mineirão e saiu de campo como um dos responsáveis pela derrota
“O resultado não vem, é difícil de explicar. Mesmo quando a gente acha que joga bem as coisas não acontecem. Estamos jogando bem demais, hoje (quarta-feira) foi um ótimo jogo, mas a bola não entra. Precisamos caprichar mais nesses lances para sair dessa situação chata”, alertou o volante, sobre a distância para a zona da degola, que pode terminar em um ponto caso o Vasco vença o Goiás e ultrapasse o Coritiba, que tem 34.

Para Vanderlei Luxemburgo, porém, não há motivo para culpar Samuel. “Tomara que os gols que ele perdeu, faça em jogos decisivos. Faz parte, ele não foi feliz. Teve jogo que ele fez dois gols também. O Sobis já não vai poder jogar (expulso) e ele está escalado”, isentou o técnico, pensando no duelo com a Ponte Preta às 16 horas (de Brasília) de sábado, no Maracanã. No confronto com a Macaca, o comandante não terá Felipe, Sobis e Rhanyer, suspensos, além do lesionado Wagner.

Antes de defender Samuel, Luxa se juntou a Jean e também criticou a falta de calma na frente do gol e esqueceu até mesmo a arbitragem polêmica de Paulo Godoy Bezzera: “Não perdemos por causa do árbitro, perdemos porque o Cruzeiro é uma grande equipe e porque perdemos gols debaixo da baliza”.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade