Futebol/Bastidores - ( )

Guto Ferreira aceita jogo em Fortaleza para evitar prejuízos maiores

São Paulo (SP)

Pela segunda vez no Campeonato Brasileiro, a Portuguesa mandará uma partida longe do Canindé. Apesar dos apelos dos torcedores, a diretoria parece irredutível quanto à escolha da Arena Castelão em Fortaleza como palco do confronto com o Flamengo, às 16 horas (de Brasília), de domingo. E conta até mesmo com a compreensão de Guto Ferreira.

“Se fosse uma questão técnica, seguiria aqui dentro, mas não é só isso”, ressaltou o técnico, após o empate em 1 a 1 com o Vitória na capital paulista, lembrando os problemas financeiros enfrentados pelo clube. A diretoria tem encontrado dificuldades para manter o salário dos atletas em dia e já havia mandado o jogo contra o Corinthians no Mato Grosso do Sul.

“Em determinados momentos, você tem que agir com bom senso e tentar sanar problemas que se não forem sanados podem fazer com que a Portuguesa patine nos oito jogos finais e tenha prejuízos maiores do que jogar longe de casa. A opinião do Guto é que é uma questão de bom senso. Pelo que foi passado, ninguém está indo lá pra fazer leilão. Se conseguir arrumar outra solução melhor que essa, aí tudo bem jogar aqui”, sentenciou.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Guto compreende atitude da diretoria da Lusa em vender mando de campo para sanar problemas financeiros
Se está conformado com o fato de mandar o duelo com o Flamengo longe de São Paulo, Guto Ferreira tenta encontrar soluções para armar a equipe. O zagueiro Moisés Moura se lesionou nos minutos finais contra o Vitória, e assim como Rogério levou o terceiro cartão amarelo. Lima, que recebeu muitos elogios pela atuação na vitória por 3 a 1 sobre o Criciúma, deve ser o escolhido na defesa, enquanto Bryan sai na frente de Magal para a lateral esquerda.

“São duas perdas consideráveis, são jogadores muito importantes. Espero que o Lima possa repetir a grande atuação que teve em Santa Catarina, dessa vez ao lado do Valdomiro. Na esquerda temos duas opções. O Bryan já jogou, mas preciso fazer alguns ajustes para que possa render mais”, revelou o comandante rubro-verde.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade