Futebol/Entrevista - ( )

Guto Ferreira revela segredos para fazer da Lusa a melhor da capital

Bruno Grossi, especial para a GE.net São Paulo (SP)

Demitido da Ponte Preta mesmo após conquistar o Troféu do Interior do Campeonato Paulista, Guto Ferreira encontrou a Portuguesa devastada no Campeonato Brasileiro. Em pouco tempo, porém, o substituto de Edson Pimenta tirou a Lusa da briga contra o rebaixamento para ser a equipe da capital paulista mais bem classificada na Série A e contar com o vice-artilheiro do torneio, o centroavante Gilberto. Em entrevista exclusiva à GazetaEsportiva.net, o treinador revelou os métodos utilizados para tornar o time rubro-verde a sensação do segundo semestre.

Desde que assumiu o comando do time do Canindé, Guto disputou 19 partidas e soma sete derrotas, três empates e nove vitórias no Brasileirão, além de um empate e um revés para o Bahia na Copa Sul-americana. No torneio nacional, o time lusitano alcançou a marca de 44 gols e ocupa o posto de terceiro melhor ataque, atrás apenas do líder Cruzeiro e do Atlético-PR, outra equipe que luta pelo título.

O técnico também soube reorganizar o time dentro de campo. Coronel Pimenta era criticado pela desorganização tática, enquanto o trabalho de Guto Ferreira ganha mais elogios a cada dia. O meia Moisés, destaque em 2012 e que quase deixou a Lusa no meio do ano, voltou a ser titular incontestável e ganhou a companhia da grata surpresa Bruno Henrique, contratado junto ao Londrina.

No ataque, Diogo reencontrou o bom futebol pelo clube que o revelou e passou a ajudar o experiente Souza no papel de garçom. Gilberto se consolidou como centroavante e já soma 14 gols na Série A. Na lateral direita, Luis Ricardo voltou a se destacar e chama a atenção de grandes clubes para a próxima temporada.

A bom campanha trouxe a torcida de volta ao Canindé. A média de público aumenta a cada rodada desde a chegada de Guto Ferreira, assim como o desempenho do time como mandante. Foram duas derrotas apenas, para Botafogo e Goiás, e vitórias sobre São Paulo, Bahia, Ponte Preta, Vasco da Gama, Náutico e Santos.

Sem contar a goleada por 4 a 0 em cima do Corinthians, em jogo disputado no Mato Grosso do Sul. A confirmação da boa fase veio com o triunfo surpreendente contra o Criciúma em pleno Heriberto Hulse na última quarta-feira, afastando a equipe paulistana cinco pontos da zona de rebaixamento.

Confira os jogos da Portuguesa sob o comando de Guto Ferreira no Campeonato Brasileiro:

11ª rodada - Vitória 1 x 0 Portuguesa - 20º lugar
12ª rodada - Flamengo 1 x 1 Portuguesa - 19º lugar
13ª rodada - Portuguesa 2 x 1 São Paulo - 18º lugar
14ª rodada - Coritiba 1 x 1 Portuguesa - 19º lugar
15ª rodada - Portuguesa 1 x 3 Botafogo - 19º lugar
16ª rodada - Atlético-MG 2 x 1 Portuguesa - 19º lugar
17ª rodada - Portuguesa 4 x 2 Bahia - 18º lugar
18ª rodada - Portuguesa 2 x 1 Ponte Preta - 17º lugar
19ª rodada - Grêmio 3 x 2 Portuguesa - 17º lugar
20ª rodada - Portuguesa 2 x 0 Vasco da Gama - 17º lugar
21ª rodada - Fluminense 2 x 1 Portuguesa - 18º lugar
22º rodada - Portuguesa 3 x 0 Náutico - 16º lugar
23ª rodada - Internacional 0 x 1 Portuguesa - 14º lugar
24ª rodada - Portuguesa 4 x 0 Corinthians - 12º lugar
25ª rodada - Cruzeiro 4 x 0 Portuguesa - 14º lugar
26º rodada - Portuguesa 3 x 0 Santos - 10º lugar
27ª rodada - Portuguesa 1 x 2 Goiás - 13º lugar
28ª rodada - Atlético-PR 1 x 0 Portuguesa - 14º lugar
29ª rodada - Criciúma 1 x 3 Portuguesa - 11º lugar

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade