Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Jogadores do Corinthians destacam dedicação para minimizar vaias

Mogi Mirim (SP)

Parte da torcida do Corinthians fez questão de externar a sua insatisfação com a atuação do time no empate sem gols com o Atlético-PR, na noite desta quarta-feira, em Mogi Mirim. Os comandados de Tite foram vaiados após a partida – e tentaram minimizar o episódio.

“As vaias foram mais por causa do empate. Só que não faltou dedicação. É claro que queríamos a vitória, mas sabíamos que seria difícil”, disse o volante Ralf, apoiado por um companheiro. “Houve vaias pelo resultado, mas sobrou luta em campo. A equipe buscou atacar, fazer o gol. Infelizmente, não deu”, lamentou o lateral direito Edenílson.

Antes mesmo de a partida acabar, no entanto, alguns torcedores mostraram impaciência. As substituições do atacante Romarinho e do meia Danilo contaram com as vaias como trilha sonora, apesar de essas não terem sido tão intensas quanto no apito final. Uma parte do público, ao contrário, tentou abafar as críticas e incentivar o time com o grito: “Vai pra cima delas, Timão! Da bicharada!”.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Irritados com mais um 0 a 0, torcedores que foram ao Romildão não pouparam o Timão de vaias
Os torcedores faziam referência ao próximo compromisso do Corinthians no Campeonato Brasileiro, o clássico de domingo contra o São Paulo, no Morumbi. “Clássico é um jogo diferente. O Morumbi ficará lotado, mas estamos preparados para isso. Estamos um pouco incomodados com os empates, pois a gente quer chegar à zona da Libertadores, mas vamos pensar só em ganhar esse clássico”, pregou o goleiro Cássio.

Um bom resultado diante do rival é fundamental para as pretensões corintianas no Campeonato Brasileiro. Lutando contra o rebaixamento, o São Paulo alcançará os 36 pontos ganhos pelo Corinthians caso vença – e ainda será superior em número de triunfos. Cássio não se assustou: “Sem arrogância nenhuma, sem desrespeitar quem está lá embaixo, não temos que pensar nisso. O nosso objetivo é ir para a Libertadores”.

Apesar de ver a zona de classificação para o torneio continental ficar cada vez mais distante, ainda há quem não considere ruim empatar como mandante com o Atlético-PR (que figura no grupo de acesso à Libertadores). “Para um time que ainda está retomando uma situação no campeonato, foi bom”, avaliou o atacante Emerson.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade