Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Jogadores do Cruzeiro comemoram virada sobre o Criciúma no Mineirão

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

O Cruzeiro iniciou o jogo contra o Criciúma de forma arrasadora, mas acabou vacilando e chegou a tomar a virada dos catarinenses, mas teve forças para reverter a situação e somar mais uma vitória no Brasileiro. Após o jogo, o volante Lucas Silva revelou que o técnico Marcelo Oliveira deu um puxão de orelha no intervalo, cobrando a mesma postura do início do jogo, o que foi obedecido pelos atletas.

“O Marcelo Oliveira pediu para voltarmos na mesma postura do início do primeiro tempo, e foi isso que a gente fez, nada de diferente. Claro que teve o apoio da torcida, um pouco mais de raça de vontade que fez que a gente chegasse aos gols. Agora é continuar assim e ter mais cuidado para não sermos surpreendidos”, declarou.

Artilheiro da noite, o avante Borges balançou as redes duas vezes, e chegou a chorar em um dos gols. O jogador afirmou que estava incomodado por não ser decisivo no Cruzeiro como costumava ser no São Paulo, e agradeceu por ter ajudado a Raposa a somar mais três pontos na briga para ficar com título Brasileiro.

“Foi uma emoção diferente, porque eu vinha me cobrando muito. No São Paulo sempre fui importante quando o time conquistou títulos, fui artilheiro e vinha me cobrando para poder ser artilheiro aqui. Estava concentrado para aproveitar as oportunidades e graças a Deus fiz dois. Merecíamos essa vitória, não poderíamos sair daqui diante da nossa torcida sem a vitória”, disse.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade