Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Jorginho celebra empate, vê evolução e pede Ponte mais ofensiva

Campinas (SP)

Muito próxima do rebaixamento no Campeonato Brasileiro, a Ponte Preta sabe que terá que começar a vencer todos os jogos possíveis nesta reta final. Mesmo assim, o técnico Jorginho comemorou o empate com o Bahia, fora de casa, neste fim de semana, e afirmou que o seu time evoluiu taticamente.

“Um ponto fora de casa é sempre importante, apesar de que, pelo desenho do jogo, era para termos vencido. Estivemos muito bem postados, mas, no lance do gol, deixamos de acompanhar o homem da tabela”, explicou o treinador depois da igualdade em 1 a 1 na Fonte Nova, pela 26ª rodada.

Divulgação/PontePress/ Guilherme Dorigatti
Jorginho pede para que Ponte Preta seja mais ofensiva no jogo contra o Atlético-MG, nesta quarta-feira
Jorginho só criticou a falta de aproveitamento do ataque alvinegro, ainda o quarto pior da competição nacional, só à frente de Corinthians, São Paulo e Náutico. “Desperdiçamos gols que não costumamos desperdiçar. Mas o Bahia tem uma transição muito rápida, e é difícil jogar lá (Salvador)”, comentou.

Nesta quarta-feira, a Macaca voltará a jogar pela Série A. Penúltimo e sete pontos atrás do São Paulo, primeiro fora da zona de degola, o time de Campinas (SP) receberá o Atlético-MG, campeão da Libertadores, no Moises Lucarelli, a partir das 21 horas (de Brasília).

Para Jorginho, a Ponte terá que atacar mais. “Vejo uma evolução. Já estamos conseguindo jogar com um padrão tático. Precisamos ter um time ofensivo e que pressione os adversários e acreditar em nosso potencial, pois temos jogado de igual para igual com os outros”, encerrou o comandante.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade