Futebol/Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Kardec nega relaxamento do time e vê caminho mais difícil no fim

Luiz Ricardo Fini São Paulo (SP)

O atacante Alan Kardec descarta uma queda de produção do Palmeiras nesta reta final da Série B do Campeonato Brasileiro. Apesar da diminuição da distância para a Chapecoense, o jogador avalia que o time mantém a seriedade desde o início da competição.

“Nós não relaxamos no trabalho, pois temos de entrar determinados como sempre. Não podemos deixar cair a peteca e sabemos que não tem nada ganho. Vamos seguir até a última partida, independentemente de conseguirmos a classificar com duas, quatro ou cinco rodadas de antecedência”, afirmou.

O Palmeiras deu adeus à série de nove jogos de invencibilidade na derrota por 3 a 2 para o ABC, em partida de arbitragem bastante contestada. Apesar de estar em situação confortável na classificação, Kardec entende que a tendência é o Verdão enfrentar oponentes cada vez mais complicados nesta reta decisiva.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Alan Kardec entende que a reta final da Série B deve ser mais difícil, mas crê na concentração do time
“É natural ter dificuldade em algumas partidas conforme vai se aproximando do fim, mas a equipe tem se comportado bem. Às vezes, falta sorte, mas acho que o rendimento não tem sido muito afetado. As outras equipes vêm muito fechadas e isso acaba atrapalhando”, comentou.

O Palmeiras tem 59 pontos, na dianteira isolada, enquanto a segunda colocada Chapecoense aparece com 52 (e um jogo a menos). O time paulista tem novo confronto nesta terça-feira, diante do Figueirense, em Londrina.

“Todo mundo está se cobrando e isso é bonito. É hora de buscarmos algo a mais, para que as coisas possam acontecer. Vamos com nosso foco total e sem desanimar”, completou Kardec.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade