Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Lusa aproveita apatia do Santos e vence por 3 a 0 no Canindé

São Paulo (SP)

Depois de vencer o São Paulo, o Santos desperdiçou a chance de embalar no Campeonato Brasileiro. O Peixe foi derrotado pela Portuguesa, por 3 a 0, na noite deste domingo, no Canindé. Luis Ricardo e Gilberto, com dois gols, marcaram os tentos do triunfo rubro-verde.

Com o resultado, os santistas caíram para a oitava posição, permanecendo nos 36 pontos. A Lusa, por sua vez, pula para o 10º lugar no Brasileirão, agora com 34 pontos ganhos.

Os alvinegros visitam o Coritiba, na próxima quarta-feira, a partir das 19h30 (horário de Brasília), no Couto Pereira. Enquanto isso, os rubro-verdes recebem o Goiás, na quinta, às 19h30 (horário de Brasília), no Canindé.

Arte GE.Net
O jogo – A primeira chance de gol da partida foi criada pelo Santos. Aos quatro minutos, o atacante Thiago Ribeiro tocou para Cícero. Dentro da grande área, o meia levou a melhor sobre a marcação e bateu cruzado, com a bola passando pelo goleiro Lauro e próxima à trave esquerda dos donos da casa.

A Portuguesa respondeu aos 11, com o atacante Gilberto chutando de fora da área, para boa defesa do goleiro Vladimir, em dois tempos. Com o jogo movimentado, a Lusa foi mais eficiente e abriu o placar, aos 15. O lateral-direito Luis Ricardo fez bom lance individual, antes de finalizar para o gol. Vladimir ainda tocou na bola, mas não conseguiu evitar o tento rubro-verde: 1 a 0. 

Além do gol, a Portuguesa se manteve melhor em campo, durante a maior parte do primeiro tempo. Porém, os donos da casa não conseguiram ampliar a vantagem no marcador. Já o Peixe encontrava dificuldades para criar perigo ao gol de Lauro. Aos 36, a equipe praiana ainda perdeu o volante Renê Júnior, com dores musculares. O atacante Everton Costa entrou em seu lugar.

No minuto seguinte, os santistas quase empataram quando, aos 37, Cícero tocou de cabeça, mas a bola saiu ao lado direito da meta defendida pelo arqueiro da Lusa. Antes do intervalo, aos 43, o meia Leandrinho chegou a anotar o empate, mas a arbitragem anulou a jogada, marcando impedimento.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Gilberto deixou Vladimir vendido por duas vezes no Canindé e saiu como a estrela do clássico
Na volta para a etapa complementar, os alvinegros tentaram impor uma pressão ao adversário. Aos três minutos, o centroavante Willian José arriscou da entrada da área, exigindo boa defesa de Lauro. Apesar do ímpeto do Santos, a Portuguesa voltou a balançar as redes. Aos 14, o meia Bruno Henrique tocou por cima da defesa do Peixe e a bola foi para Gilberto. O atacante girou na frente de Vladimir, que trombou com o lateral-direito Cicinho e deixou o gol livre, para o segundo gol rubro-verde.

Os santistas quase descontaram no minuto seguinte, com o atacante Thiago Ribeiro acertando a trave. No rebote, Everton Costa desperdiçou a chance de diminuir a vantagem da Lusa. Sem o gol alvinegro, a Portuguesa aproveitou para consolidar a sua vitória, com mais um gol. Após pênalti cometido por Vladimir, Gilberto converteu e marcou o terceiro dos donos da casa, aos 21.

O Santos esteve perto do gol, aos 34, quando Léo, que entrou na vaga de Leandrinho, tabelou com Thiago Ribeiro, se projetando na área e pegando a sobra de primeira, mandando à direita de Lauro. 
A Lusa quase alcançou o quarto gol, aos 38, quando Luis Ricardo partiu em direção à área, rolando a bola para trás, mas ninguém conclui o lance. A bola ainda volta para o lateral rubro-verde, que chutou para fora.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade