Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Luxemburgo cobra dívida de Koff, que responde: "Foi incompetente"

Rio de Janeiro (SP)

Grêmio e Vanderlei Luxemburgo voltaram a se encontrar neste sábado, no Maracanã. Após o empate em 1 a 1 com o Fluminense, pelo Campeonato Brasileiro, o técnico mostrou que ainda não se esqueceu do imbróglio que tem com o clube gaúcho, que o demitiu no fim de junho por maus resultados.

De acordo com o treinador, o presidente Fábio Koff ainda não acertou a sua multa de rescisão contratual. “Ele é juiz de direito, julga certo e errado. Saí do Grêmio e ele não deu a mínima satisfação. Quero receber. Ele, como juiz de direito, deveria reconhecer isso”, desabafou Luxemburgo depois da igualdade.

Lucas Uebel/GFBPA
Luxemburgo cobrou dívida do Grêmio e ouviu respostas ríspidas do presidente Fábio Koff
Citando a passagem do mandatário gremista pelo Clube dos 13, Luxemburgo garantiu que irá acionar a Justiça. “A vida passa. Os meus advogados já estão atuando. Talvez não seja ele quem pague, mas sim um presidente futuro”, finalizou o comandante.

Após a declaração, Koff se irritou e não poupou palavras para criticar o ex-funcionário. “Que trabalho ele fez? O que ele fez foi muito mal feito. Os resultados estão aí. Não vai receber também. Quero ver provar os horários que cumpriu. Foi embora por incompetência”, disparou à Rádio Gaúcha.

Koff concordou com a futura batalha judicial e fez uma breve análise da passagem de Luxemburgo pelo Tricolor gaúcho. “A imprensa exigia a contratação dele, mas ele não ganha nada há dez anos. Não queria contratá-lo, tentei resistir, mas sofri uma pressão muito grande”, revelou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade