Futebol/Campeonato Italiano - ( - Atualizado )

Maicon é expulso, mas Roma vence Udinese e iguala recorde histórico

Údine (Itália)

A Roma fez história no Campeonato Italiano. Neste domingo, a equipe da capital italiana até se contentava com um empate - após a expulsão do lateral brasileiro Maicon -, mas conseguiu uma ‘dupla façanha’. Venceu a difícil Udinese por 1 a 0 fora de casa com um jogador a menos e alcançou o nono triunfo em nove rodadas no Campeonato Italiano, igualando o recorde da Juventus em 2005/06, obtendo o melhor início da história do Calcio.

O único gol do confronto foi anotado pelo meia norte-americano Michael Bradley, aos 37 minutos do segundo tempo. Ele, que havia acabado de entrar em campo, acertou um lindo chute colocado de fora da área e sacramentou o sofrido triunfo romanista pelo placar mínimo. Quinze minutos antes, o lateral direito Maicon havia sido expulso após falta dura em Badu no meio de campo e complicado a situação do time da capital italiana.

Com a vitória – a nona em nove rodadas -, a Roma atingiu os 27 pontos e voltou a abrir cinco de vantagem sobre o vice-líder, Napoli, que, mais cedo, venceu o Torino por 2 a 0. A Udinese, por sua vez, estacionou na décima posição do Campeonato Italiano. Na próxima rodada, os líderes recebem o modesto Chievo, quarta-feira, no Estádio Olímpico, enquanto a equipe alviengra visita o estreante Sassuolo, no Città del Tricolore.

AFP
Mesmo com um jogador a menos, a Roma venceu a Udinese e alcançou o nono triunfo consecutivo no Italiano

O Jogo - Embora enfrentasse a líder e dona de uma das melhores campanhas da história do Campeonato Italiano, a Udinese começou a partida disposta a manter a sua invencibilidade dentro de casa no Calcio. Ainda antes dos dez minutos, quase abriu o placar em chegada do atacante colombiano Luis Muriel, que acertou a trave de De Sanctis. Na sequência, o goleiro salvou a Roma após bela defesa em finalização de Antonio Di Natale.

O ritmo do time alvinegro não diminuiu, e a pressão seguiu forte. Aos poucos, porém, a Roma voltou para a partida e passou a arriscar algumas investidas no ataque. A primeira delas aconteceu apenas aos 23 minutos, em finalização perigosa do volante De Rossi de longa distância. Aos 37, no entanto, a Udinese ficou a poucos centímetros de inaugurar o marcador.

O ex-palmeirense Gabriel Silva foi lançado nas costas da marcação pela ponta esquerda, invadiu a área e tocou por cima de De Sanctis. A bola estava entrando no gol quando o ex-corintiano Leandro Castan se esticou para salvar o lance em cima da linha. A partir daí, a Roma cresceu e teve o seu melhor momento no fim da primeira etapa. Dos 42 minutos em diante, Pjanic, em cobrança de falta, e Maicon, após chute na rede pelo lado de fora, estiveram próximos de vencer o arqueiro Kelava.

AFP
Maicon até jogava bem, mas foi exuplso e quase estragou a 'campanha perfeita' da Roma na Serie A

No retorno do intervalo, o lateral brasileiro voltou a assustar em arremate da entrada da área, mas depois complicou a situação dos romanistas. Aos 22 minutos, cometeu falta dura em Badu no campo de ataque e foi expulso. Com um a menos, a Roma se fechou no campo de defesa e passou a se contentar com o 0 a 0.

Porém, aos 37 minutos, após alguma pressão da Udinese, o improvável aconteceu. O norte-americano Michal Bradley, que havia acabado de entrar em campo, recebeu bom passe de Strootman na entrada da área e bateu com categoria no canto direito de Kelava, abrindo o placar para o time da capital. A partir daí, a Udinese se lançou ao ataque, mas não conseguiu impedir que a Roma fizesse história no Campeonato Italiano. Pela segunda vez na história, um time venceu as nove primeiras partidas do Calcio.

Confira os resultados dos jogos de domingo pela 9ª rodada do Campeonato Italiano:

Napoli 2x0 Torino
Parma 3x2 Milan
Bologna 1x0 Livorno
Juventus 2x0 Genoa
Udinese 0x1 Roma
Catania 0x0 Sassuolo
Chievo Verona 1x2 Fiorentina

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade