Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Mesmo com metade dos pontos, lanterna tem respeito são-paulino

Tossiro Neto São Paulo (SP)

O São Paulo tem o dobro dos pontos do Náutico na classificação do Campeonato Brasileiro (34 contra 17), mas seu elenco duvida que terá moleza na noite desta quarta-feira. Mesmo jogando no Morumbi, diante do último colocado.

"Longe disso. Quando jogamos lá, foi muito difícil. Conseguimos vencer com gol no final. Todo jogo é complicado", diz o volante Rodrigo Caio, único são-paulino a participar de todas as partidas da equipe na competição nacional.

No primeiro duelo entre ambos, no dia 3 do mês passado (foi adiado por conta da excursão para o exterior), o São Paulo perdeu o zagueiro Antônio Carlos no começo do segundo tempo, mas soube suportar a pressão depois da expulsão e venceu, com gol do atacante Aloísio aos 27 minutos.

Apesar daquela vitória, então sob comando de Paulo Autuori, o time paulista só deixou a zona de rebaixamento mais tarde, já treinado por Muricy Ramalho. Mesmo não estando mais entre os últimos quatro colocados, a distância para a 17ª posição é de apenas dois pontos. Por isso, apesar do respeito, perder para o lanterna não está nas contas da comissão e dos atletas.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Discurso do elenco, representado pelo volante Rodrigo Caio, é de que toda partida tem apresentado dificuldade
"Temos que ter foco para dar o melhor, independentemente do adversário. Pode ter certeza de que vai ser um jogo muito difícil", alerta Rodrigo Caio, que comemora o retorno do volante Wellington e do meia Paulo Henrique Ganso, que não enfrentaram o Corinthians por estarem suspensos.

"Independentemente de quem jogar, o importante é manter o nível, e isso tem acontecido. Tenho certeza de que o Wellington e o Ganso vão nos ajudar muito", falou o jogador.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade