Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Muricy diz ter encorajado sua equipe pela camisa do São Paulo

São Paulo (SP)

O Cruzeiro não confirmou o favoritismo de líder do Campeonato Brasileiro e, nesta quarta-feira, caiu diante do São Paulo, que luta contra a Série B. Na opinião do técnico do time paulista, porque seus jogadores não se acovardaram diante de um adversário superior em seu domínio.

"Fiz os jogadores acreditarem, conversamos muito no hotel antes do jogo que a gente não estava vindo para cá assistir ao Cruzeiro. Que a gente também teria que ter coragem de enfrentar. Nosso time tinha desfalques e não estava acostumado a jogar, mas temos camisa, somos profissionais. A palavra era de confiança", disse Muricy Ramalho.

Depois de se livrar de uma derrota parcial no primeiro tempo, quando o cruzeirense Willian desperdiçou chance incrível de frente para o gol vazio, o São Paulo venceu por 2 a 0, com gols dos laterais Douglas e Reinaldo.

Rubens Chiri/www.saopaulofc.net
Treinador diz ter conversado bastante com seus jogadores antes da partida disputada em Belo Horizonte
"Trabalhamos em cima do coletivo, de posicionamento, de alguma ideia de futebol. Você não pode pegar um time desentrosado e pôr em campo, deixar lá. Não dá. Nós nos organizamos bem. Sabíamos que tomaríamos sufoco, mas que a qualquer momento encaixaríamos os contra-ataques. Foi isso. Mas a gente ainda tem que melhorar muito", acrescentou.

O papel do treinador, portanto, foi fundamental, segundo ele próprio. "Só superação não dá. Se você não organiza o time e vai na base do 'vamos lá', não serve. Não adianta vontade, correria. Tem que ser organizado. Nosso time não jogou um grande futebol, mas foi organizado, sabia marcar, saía bem com os laterais e tinha boa cobertura dos zagueiros", opinou.

Encorajado novamente por Muricy, principalmente depois de dois triunfos seguidos, o São Paulo volta a campo no domingo, diante do Corinthians, no Morumbi.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade