Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Muricy se recusa a comemorar possível fuga da queda: “De jeito nenhum”

Estevão Taiar, especial para a Ge.Net São Paulo (SP)

Qualquer que seja o futuro do São Paulo no Campeonato Brasileiro, não haverá comemoração por parte de Muricy Ramalho. A permanência na Série A, por exemplo, se confirmada, não será o bastante para alegrar o técnico tricolor.

“De jeito nenhum. Não tem nada para comemorar. Não podemos nos contentar com esta situação. Se Deus quiser, vamos sair, mas isso é muito sério. No máximo vamos conversar para entender o que aconteceu. Isso aqui é um gigante, não se pode aceitar isso. Não temos que comemorar coisa nenhuma”, disse nesta sexta-feira, em entrevista coletiva concedida no CT da Barra Funda.

Tricampeão brasileiro pelo São Paulo, Muricy está vivendo situação atípica desde que retornou ao clube, há cerca de um mês. O Tricolor perdeu seus últimos três jogos pelo Campeonato Brasileiro e voltou à zona de rebaixamento da competição.

“A gente está na briga. Vim aqui para ajudar. Estou passando por algo que não passei nos últimos anos. Se alguém pensava que a gente tinha chances de disputar títulos neste ano, não era o meu caso”, garantiu.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Muricy Ramalho garantiu que não comemorará a possível permanência do São Paulo na Série A
Nesta terceira passagem como técnico do São Paulo, Muricy Ramalho conquistou três vitórias e sofreu três derrotas no Campeonato Brasileiro – um aproveitamento de 50%, superior aos 36% que a equipe tem até aqui no torneio.

Neste sábado, o Tricolor enfrenta o Vitória, treinado por Ney Franco. O técnico do time baiano também comandou o São Paulo em 2013, mas foi substituído há três meses por Paulo Autuori - que, por sua vez, deu lugar a Muricy depois de uma série de maus resultados. A partida está marcada para as 21 horas (de Brasília), no Morumbi.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade