Futebol/Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Nobre planeja conversar com Kleina, mas não promete renovação

Luiz Ricardo Fini São Paulo (SP)

O presidente Paulo Nobre esperou o Palmeiras confirmar o acesso à Série A para ter sua primeira conversa com o técnico Gilson Kleina sobre uma possível renovação de contrato. Ainda nos vestiários do estádio do Pacaembu, no início da noite deste sábado, o mandatário prometeu ao treinador que fará uma reunião nesta semana para falar sobre os planos para 2014.

“Não vou discutir renovações em público, mas acabei de conversar com o Gilson, porque eu o queria muito focado no acesso e, a partir desta semana, vamos nos falar, para eu entender suas ideias, seus planos, sua pedida financeira...”, afirmou o presidente, depois do empate por 0 a 0 com o São Caetano.

Kleina tem contrato apenas até dezembro, mas, apesar da liderança folgada na Série B do Campeonato Brasileiro, ainda não havia recebido qualquer consulta da diretoria alviverde. O treinador sequer foi convidado para falar sobre reforços.

Apesar de planejar uma conversa para tratar sobre o futuro, Nobre não garante a permanência do técnico e deixa claro que a decisão será exclusivamente da diretoria, independentemente do apoio que o comandante vem recebendo do elenco.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Depois de ter garantido o acesso do Palmeiras à Série A, Gilson Kleina começará a tratar de seu futuro
“Não podemos avaliar só a parte financeira, e sim a filosofia de trabalho, com quem ele gostaria de contar para 2014 e se está dentro da realidade do Palmeiras. Somos transparentes”, acrescentou o dirigente.

Com seus dois assessores particulares ao seu lado e também acompanhado pelo diretor executivo José Carlos Brunoro, Nobre não deixou claro na entrevista sobre o tempo que precisará para definir o treinador de 2014 e ainda alegou que sequer sabe se Kleina quer continuar.

“Muito se fala sobre a parte do clube e se esquece que tem o outro lado, que é a comissão técnica. Precisamos entender se querem continuar no clube”, afirmou, antes de completar. “Não sabemos se ele tem uma grande proposta que prefira. Vai ser tratado internamente e avisaremos a opinião pública quando definirmos”.

Porém, Gilson Kleina já deixou claro em entrevistas anteriores que gostaria de permanecer no Palmeiras. Neste sábado, o treinador reiterou sua prioridade ao clube, mas vai aguardar a reunião com o mandatário.

“Nós temos o que conversar, porque esta situação envolve um conjunto de fatores. Claro queremos sempre dar continuidade, mas temos de sentar com a diretoria e ver o crescimento do clube, que precisa fazer de tudo para ser campeão”, completou.

Confira retrospectiva do Palmeiras em fotos:

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade