Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Nova recaída são-paulina faz Muricy retornar à Vila pressionado

Tossiro Neto São Paulo (SP)

Muricy Ramalho iniciou com sucesso seu retorno ao São Paulo, acumulando três vitórias seguidas, mas já enfrenta dificuldades. Vindo de duas derrotas no Campeonato Brasileiro, o time está apenas dois pontos acima da zona de descenso e corre o risco de terminar a rodada entre os quatro últimos colocados caso não derrote o Santos, na quarta-feira.

O confronto é especial para Muricy não só por isso, mas porque a equipe litorânea foi a última dirigida por ele antes da volta ao clube onde conquistou três títulos brasileiros. Comunicado em 30 de maio de sua demissão no Santos, o treinador pisará na Vila Belmiro pela primeira vez depois de quatro meses.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Último clássico entre os rivais na Vila Belmiro ainda tinha Muricy Ramalho como treinador do Santos
Apesar da decisão unilateral de sua saída - que ocorreu pouco depois da transferência de Neymar para o Barcelona -, ele não guarda mágoa do local onde venceu sua primeira Copa Libertadores e foi vice-campeão mundial.

"Vou voltar a um dos melhores locais em que trabalhei, em termos de ambiente e de tranquilidade de jogar. A gente tem saudade, deixei muitos amigos lá. Morei no CT praticamente. As pessoas que trabalham fazem parte do dia a dia da gente, e vou encontrar as pessoas", diz o comandante.

É provável que, na quarta-feira, a torcida santista demonstre respeito por Muricy, até em função de sua passagem vitoriosa por lá. A pressão maior deve ser pela própria recaída do São Paulo, que está ameaçado de descer novamente para a zona de descenso da competição, já que o Vasco (com dois pontos a menos) pode ultrapassá-lo no dia seguinte.

Mais do que o treinador, quem deverá sofrer com o ambiente do clássico é Paulo Henrique Ganso. O meia deixou a Vila pela porta de trás, no ano passado, e tem sido um dos principais jogadores do São Paulo ultimamente. No único reencontro até aqui, em partida do Campeonato Paulista, ele foi alvo de moedas atiradas por torcedores - em razão disso, o Santos foi punido com a perda de um mando de campo.

Ganso é um dos titulares garantidos de Muricy. A formação completa, porém, ainda não foi confirmada pelo treinador, que comanda o último treinamento na tarde desta terça-feira, no CT da Barra Funda. Os zagueiros Rafael Toloi, lesionado, e Antônio Carlos, suspenso, são baixas.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade