Futebol/Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Palmeiras volta de Juazeiro e mantém discurso humilde por acesso

Luiz Ricardo Fini São Paulo (SP)

A delegação do Palmeiras retornou a São Paulo nesta quarta-feira, depois da derrota por 1 a 0 para o Icasa, na noite de terça, em Juazeiro do Norte. O tropeço adiou o retorno matemático do Verdão à elite nacional e manteve o discurso sem euforia do elenco comandado por Gilson Kleina.

“Desde o princípio, nós sabemos que falta muita coisa. Vamos dar continuidade, porque não estava nos planos (a derrota), mas aconteceu. Ainda bem que estamos cientes de que não ganhamos nada ainda”, afirmou o meio-campista Wesley, no aeroporto de Cumbica, em Guarulhos.

Em função do abatimento com o tropeço, a maior parte do elenco seguiu rapidamente para o ônibus do clube, estacionado em frente ao aeroporto, enquanto o meio-campista e o goleiro Fernando Prass aceitaram dar as explicações.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Fernando Prass entende que a reta final da Série B ficará cada vez mais difícil
“O planejamento é voltar o quanto antes, seja contra o Bragantino ou contra o São Caetano, mas temos de levar jogo a jogo, porque as partidas desta reta final vão ficar cada vez mais difíceis”, comentou o goleiro.

Na verdade, devido à derrota em Juazeiro do Norte, o Verdão não tem mais chance de garantir matematicamente o acesso no sábado, em Bragança Paulista. Porém, se quiser subir no confronto seguinte, contra o São Caetano, no Pacaembu, o Palmeiras terá a obrigação de vencer o Bragantino na rodada deste fim de semana.

Depois da longa viagem, o elenco alviverde ganhou folga nesta quarta-feira, tendo a reapresentação agendada para a tarde de quinta, quando Gilson Kleina começará a definir o time que jogará no interior paulista.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade