Futebol/Campeonato Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Paraná perde para o Avaí em casa e começa a se complicar no G-4

Do correspondente Luiz Felipe Fagundes Curitiba (PR)

O Paraná Clube perdeu a segunda partida consecutiva em casa, desta vez por 1 a 0, para o Avaí, e começou a se complicar para manter sua posição no G-4 da Série B do Campeonato Brasileiro. Com 45 pontos, o Tricolor da Vila caiu para a quarta colocação de colocou os catarinenses de volta na briga, com apenas um ponto a menos.

Os visitantes abriram o placar aos 18 minutos da segunda etapa, com Anderson Uchôa, que aproveitou levantamento de Marquinhos na área para desviar e balançar as redes. A partir daí bastou aumentar a força na marcação e administrar para garantir os três pontos.

Na próxima rodada, rodada o Paraná Clube terá pela frente o América-RN, terça-feira, no Estádio Nazarenão, em Goianinha. Já o Avaí encara o Sport, no mesmo dia, no Estádio da Ressacada, em Florianópolis.

Arte GE.Net
O jogo – A equipe catarinense começou com mais ação no campo e ataque e, logo aos dois minutos, Marquinhos cobrou falta e a bola passou com muito perigo. Aos quatro minutos foi a vez de Diego Jardel subir na área e desviar de cabeça pela linha de fundo. A resposta paranista veio com Paulo Sérgio, aos nove minutos, com um chute de longe, que sal totalmente sem direção.

O Tricolor mostrava dificuldade para passar do meio-campo, mas aos poucos conseguiu equilibrar as ações para evitar uma pressão maior do adversário. Aos 15 minutos, sem opções, Ronaldo Mendes tentou um lançamento em profundidade, e mandou direto para fora. A primeira grande chance da partida veio aos 23 minutos, com Felipe Amorim, que tinha duas ótimas opções para passar, mas optou pelo chute e errou o alvo.

A bola parada era a principal arma do Avaí com Marquinhos. Aos 29 minutos, o meia levantou mais uma bola na área e a defesa tricolor afastou antes da chegada de Alex Lima. Aos 31 minutos, Ricardo Conceição entrou na área, tirou o goleiro da jogada, mas Anderson Uchôa apareceu para salvar. Aos 42 minutos, Paulo Sérgio cobrou falta no cantinho e Diego fez grande defesa. A bola balançou as redes aos 44 minutos, com Reinaldo, mas o assistente anotou um impedimento polêmico.

Para a etapa final, as duas equipes retornaram sem modificações. Aos dois minutos, Felipe Amorim invadiu a área, foi travado e ficou no chão pedindo pênalti, não marcado. O Tricolor voltou pressionando. Aos três minutos, Felipe Amorim abriu espaço e arrematou em cima da defesa, ganhando escanteio. Aos nove minutos, Paulo Sérgio dominou, girou o corpo e chutou fraco, sem perigo.

Dado Cavalcanti apostou nas entradas de Lúcio Flávio e JJ Morales para buscar a vitória. Porém, logo após as alterações, quem chegou ao gol foi o Avaí, aos 18 minutos. Cruzamento na área e Anderson Uchôa desviou para o fundo das redes. Na resposta, confusão na área e Paulo Sérgio pegou o rebote para mandar a bomba para fora. Com o péssimo resultado, restava ao Tricolor atacar.

O técnico Hemerson Maria colocou uma postura mais defensiva no Avaí, claramente satisfeito com o resultado. Aos 34 minutos, Moacir recebeu na cara do gol e conseguiu chutar em cima do goleiro Diego, para desespero do torcedor. Aos 40 minutos, Lúcio Flávio foi derrubado na área e o árbitro nada marcou. Na reclamação, o meia recebeu o amarelo e, na sequência, o vermelho, praticamente acabando com as chances de reação do Paraná.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade