Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Parreira adota cautela ao comentar “inchamento” da Copa do Mundo

Rio de Janeiro (RJ)

Com participação em seis Copas do Mundo, o coordenador técnico da Seleção Brasileira, Carlos Alberto Parreira, opinou nesta quinta-feira sobre a declaração de Michel Platini, presidente da Uefa e potencial candidato à próxima eleição da Fifa, que revelou a intenção de aumentar para 40 o número de seleções na Copa do Mundo caso seja eleito para presidir a entidade máxima do futebol.

“Isso depende de um estudo técnico. Eram 18, depois foi para 24, e hoje são 32. Eu acho um número muito interessante, e não adianta aumentar o número e perder em qualidade. Na verdade, a Copa do Mundo começa a partir das oitavas de final, em que as equipes mais fortes ficam. Até atende politicamente, mas não sei tecnicamente”, declarou Parreira.

A ideia de Platini é ‘expandir o mercado’ da Fifa e dar mais vagas a selecionados africanos e asiáticos a partir do Mundial de 2018, na Rússia. Atualmente, há apenas cinco lugares para a África e 4,5 (por causa da repescagem) à Ásia, por exemplo. Por outro lado, a Europa possui 13 seleções classificadas e a América do Sul tem direito a 5,5 vagas.

AFP
Campeão do mundo pelo Brasil em 1994, Carlos Alberto Parreira está prestes a disputar seu sétimo Mundial
Com a proposta de Platini, a Copa do Mundo teria sete vagas para a África; 6,5 para a Ásia; onze para as Américas do Norte, Central e do Sul; 1,5 à Oceania e 14 para a Europa. O francês ainda disse que, caso haja a mudança, seria necessário aumentar o tempo de disputa do Mundial em três dias. Ele garante ter um estudo feito por uma empresa especializada que comprova isto. Para passar a valer, porém, a proposta precisa ser aprovada pelo Comitê Executivo da Fifa.

Atualmente, o formato da Copa do Mundo prevê 32 seleções qualificadas e dividas em oito grupos de quatro. Ele vigora desde 1998, quando estreou no Mundial da França. A primeira Copa, disputada em 1930, no Uruguai, teve 13 equipes participantes. Em 1934, o número aumentou para 16, permanecendo inalterado até 1982, quando subiu para 24. A estrutura ‘durou’ quase duas décadas, sendo alterada somente há quinze anos.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade