Futebol/Brasileiro Série B - ( )

Prass evita clima de férias e crê em pressão nos jogos finais

Luiz Ricardo Fini São Paulo (SP)

O goleiro Fernando Prass avisou que o Palmeiras ainda não se deu por satisfeito nesta Série B do Campeonato Brasileiro. Apesar de ter obtido o acesso antecipado, o jogador não pensa em antecipar as férias neste momento e alertou que os seis jogos finais podem ser decisivos para quem deseja permanecer no clube em 2014.

“Temos mais jogos no campeonato. Se eu entrar amanhã aqui e não trabalhar firme, ficar só fazendo bobinho, meu rendimento vai cair e a responsabilidade será muito grande. Não corro risco de entrar na onda de que 2014 já começou. Se tivermos seis jogos ruins, pode ter gente que não fica no Palmeiras depois”, afirmou o goleiro, que tem acordo até o fim de 2015.

O clube tem 13 jogadores com vínculos terminando neste fim de temporada (Bruno, Leandro, Vilson, Rondinelli, Léo Gago, Marcelo Oliveira, Ananias, Charles, Márcio Araújo, Ronny, Fernandinho, André Luiz e Wendel) e a diretoria anunciou que avaliará cada caso a partir de agora.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Fernando Prass adverte que acesso não era o único objetivo, pois ainda quer o título da Série B
A torcida já mostrou no sábado que continuará pressionando o time. Mesmo depois de ter obtido o acesso com o empate por 0 a 0 contra o São Caetano, o elenco foi criticado pela principal organizada palmeirense nas arquibancadas do Pacaembu. Independentemente da torcida, Fernando Prass adverte que o clube ainda precisa confirmar o título da segunda divisão.

“Só conquistamos o acesso, mas falta o título e temos de jogar da melhor maneira possível. O campeonato não acabou para nós”, comentou. Líder da Série B do Campeonato Brasileiro, com 69 pontos, o Palmeiras precisa de apenas três vitórias para garantir o troféu sem depender de tropeços de concorrentes diretos.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade