Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Prestes a ir a tribunal da Fifa, CBF pode ‘banir’ Diego Costa da Copa de 2014

Madri (Espanha)

A novela envolvendo Diego Costa e a Seleção Brasileira e espanhola pode ganhar mais um importante capítulo nos próximos dias. De acordo com informações publicadas pelo jornal As nesta sexta-feira, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) está disposta a levar o debate sobre a convocação do brasileiro pela Roja a um tribunal da Fifa, o que poderia impedir o jogador de atuar pelos selecionas até uma decisão definitiva. Assim, dependendo do tempo de resposta, o atacante do Atlético de Madrid teria a chance de ficar fora da Copa do Mundo de 2014, em seu país-natal.

Segundo o diário, a CBF trata o caso como prioridade. E não somente para reforçar o Brasil no Mundial do ano que vem, mas também para desfalcar a Espanha, “principal rival da Seleção na Copa do Mundo”. A entidade máxima do futebol brasileiro poderia apelar à Câmara de Resolução de Disputas da Fifa, adiando a definição do caso, que ficaria nas mãos da instituição presidida por Joseph Blatter. Isto poderia ser prejudicial aos espanhóis, uma vez que a entidade internacional teria se mostrado disposta a modificar seu estatuto para evitar novas polêmicas como a de Diego Costa.

Fontes ligadas à Real Federação Espanhola de Futebol teriam dito ao jornal que os brasileiros “estão cansados que a Espanha ganhe tudo e não nos darão vida fácil”, mas também reafirmado que os atuais campeões mundiais seguem com chances de contar com o atacante nas próximas convocações. Para isto, o jogador ainda precisa manifestar de forma oficial o desejo de trocar de federação junto à Fifa, uma vez que já defendeu a Seleção Brasileira em dois amistosos.

Mowa Press
Convocado por Luiz Felipe Scolari para amistosos em março deste ano, Diego Costa ja admitiu querer defender a Espanha

Diego Costa passou a ser ‘desejado’ pela seleção espanhola a partir do último mês, quando se estabeleceu como o principal destaque do Atlético de Madrid no Campeonato Espanhol deste ano. A Real Federação de Futebol Espanhola (RFEF) enviou um pedido à Fifa, requisitando a liberação para o atacante atuar por La Roja. O artilheiro da competição nacional, então, começou a ser ‘objeto de disputa’ entre Brasil e Espanha.

A Confederação Brasileira de Futebol foi à Fifa interceder contra o caso, afirmando que Diego já vestiu a camisa verde e amarela em amistosos diante de Itália e Rússia, ainda neste ano. A RFEF, por sua vez, usou o argumento (válido) de que o atacante não atuou pelo Brasil em partidas oficiais.

A entidade máxima do futebol mundial, então, encaminhou o caso para um painel especial e pediu uma liberação oficial por parte da CBF, para agilizar o processo e liberar Diego Costa para a seleção espanhola. A instituição que gere o esporte bretão no Brasil, entretanto, não parece disposta a ‘conceder’ o atacante, que já admitiu publicamente o desejo de defender os atuais campeões mundiais.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade