Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Real pode negociar naming rights do Santiago Bernabéu com Micfrosoft

Madri (Espanha)

Real Madrid e Microsoft já negociam um acordo para o estádio Santiago Bernabéu, que será reformado em 2016. De acordo com o jornal espanhol El Confidencial, a empresa norte-americana poderá batizar a praça desportiva, assim como acontece com o Arsenal e o Manchester City com a Emirates e a Etihad, respectivamente.

Segundo informações do diário, o presidente Florentino Pérez e Bill Gates, acionista majoritário da companhia, desenvolveram uma relação estreita recentemente, já que fazem ações beneficentes pelo mundo. A Microsoft, inclusive, doará um milhão de euros (mais de R$ 3 milhões) ao clube.

Este dinheiro será usado para programas sociais pela América Latina e Caribe. “A Microsoft é uma companhia líder e referência mundial, em que a solidariedade está muito presente. Seu fundador, Bill Gates, é todo um exemplo nesse território por sua entrega e generosidade”, elogiou Pérez.

AFP
Presidente do Real já estaria negociando naming rights do Bernabéu com a Microsoft (foto: Dani Pozo)
No entanto, as conversas para um novo patrocínio ainda são preliminares, já que uma possível troca de nome no Santiago Bernabéu deverá mexer com “os sentimentos dos torcedores”, como lembra a publicação – Bernabéu é considerado o maior dirigente esportivo da história merengue.

Mas o acordo deveria ficar restrito ao estádio, já que o Real trocou recentemente o seu patrocínio máster na camisa de jogo. A polêmica casa de apostas Bwin foi trocada pela Emirates, companhia aérea dos Emirados Árabes Unidos.

Uma eventual firma também desenvolveria a tecnologia das instalações do Real. As cifras que envolvem o vínculo ainda são totalmente desconhecidas, mas já se especula de que elas seriam muito maiores do que as que envolvem outros exemplos europeus, como o Bayern de Munique e a Allianz.

Busto: na manhã desta sexta-feira, o clube homenageou o húngaro Ferenc Puskás, um dos maiores ídolos merengues, com um busto inaugurado. "Puskás foi um dos maiores jogadores de todos os tempos e nos ajudou a conquistar três campeonatos europeus. Reconhecemos os valores, o talento e o sacrifício daqueles que nos ajudaram a construir nossa lenda", elogiou Pérez na cerimônia.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade