Futebol/Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Renato vê goleada como acidente e promete melhoras na Copa do Brasil

Do correspondente Vicente Fonseca Porto Alegre (RS)

Pela primeira vez sob o comando do técnico Renato Gaúcho o Grêmio saiu goleado de campo. Na derrota por 4 a 0 para o Coritiba, nada funcionou. Até gol contra relâmpago aconteceu. O treinador gremista, porém, deu crédito ao grupo de jogadores. Classificou o fiasco no Couto Pereira como acidente de percurso e prometeu um time diferente nesta quarta-feira, contra o Atlético-PR, pela semifinal da Copa do Brasil.

“Peço desculpas ao nosso torcedor, os que estiveram aqui e os que estão no Sul e no Brasil todo. Mas este grupo tem crédito comigo. Conversei com eles por alguns minutos. Perdemos hoje, e não é que poderíamos ter perdido, não poderíamos. Mas eles têm crédito, pelo que vêm fazendo. É conversar e acertar para corrigirmos o que deu de errado”, frisou Renato.

O técnico do Grêmio, a exemplo dos jogadores, admite que o time entrou desconcentrado em campo: “nós entramos desatentos, sem atenção que sempre tivemos. O jogo começa quando o juiz apita, e a partir daí é preciso ter atenção. Acabamos pagando pelos nossos erros”, lamentou. “Mas vamos corrigir, alertar os jogadores e acordar neste sentido para quarta-feira. Às vezes coisas ruins fazem bem”, projetou Renato.

Com a derrota, o Grêmio perdeu a vice-liderança do Brasileirão para o Botafogo e já vê o Goiás próximo, a quatro pontos de distância, o que de certa forma ameaça a vaga da equipe na Libertadores, antes tida como praticamente certa. Domingo, o Tricolor recebe o Bahia, na Arena.

Divulgação/Grêmio
Renato Gaúcho pediu desculpas à torcida pela goleada contra o Coritiba e prometeu melhoras diante do Furacão

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade