Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Rhodolfo dá bronca no Grêmio por gol sofrido no fim

Do correspondente Vicente Fonseca Porto Alegre (RS)

Na partida contra o Criciúma, o zagueiro Rhodolfo puxou a orelha do time pelos dois gols sofridos na bola aérea, que ocasionaram a derrota por 2 a 1. Neste sábado, o discurso do principal defensor gremista foi parecido. Inconformado com o empate sofrido no fim do jogo para o Fluminense, o jogador reclamou após a partida da desatenção da equipe nos minutos finais.

“É brincadeira. Em um jogo desses não dá para dar bobeira. A gente tinha que ter entrado com mais vontade, mais ligado, prestar mais atenção. O cara não fazer um gol desses, não”, disparou Rhodolfo, em entrevista à Rádio Gaúcha. Foi justamente nele que o chute de Rafael Sobis desviou antes de enganar Marcelo Grohe e entrar no ângulo.

O volante Souza foi outro que viu gosto amargo no empate de 1 a 1 no Maracanã: “a gente estava com uma postura boa no jogo. A partir da expulsão a gente podia ter jogado, e acabamos não jogando. Por isso tomamos o gol”, avaliou o centromédio, lembrando-se da expulsão de Biro Biro, aos 28 minutos da etapa final.

O goleiro Marcelo Grohe, embora tenha lamentado os pontos perdidos no fim do jogo, lembrou que mais uma vez o Grêmio volta para Porto Alegre com ponto na bagagem: “infelizmente sofremos o gol quando tínhamos um a mais. O Rafael Sobis tem essa qualidade de pegar bem na bola, ela desviou e foi no meu ângulo. Mas valeu pela entrega da equipe. Não podíamos ter tomado esse gol com um a mais, vacilamos, mas um ponto fora de casa não é desprezível”, disse o goleiro.

Com o empate, o Grêmio se mantém na vice-liderança do Brasileiro, com 49 pontos. No entanto, o time cairá uma posição caso o Botafogo vença o Flamengo, neste domingo. Quarta que vem o Tricolor Gaúcho volta a campo: receberá o Corinthians, na Arena.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade