Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Santos e São Paulo duelam na Vila por faixas distintas da tabela

Tossiro Neto e Rodrigo Martins Rodrigues São Paulo (SP)

O clássico desta quarta-feira na Vila Belmiro opõe rivais em situações diferentes no Campeonato Brasileiro. Acima na tabela, apesar de irregular, o Santos tenta a vitória para se aproximar do G-4, ao passo que o São Paulo joga para se distanciar novamente da zona de rebaixamento, depois de uma recaída com duas derrotas consecutivas.

Marcada para 21h50 (de Brasília), a partida representará o retorno de Muricy Ramalho ao estádio. Demitido do clube litorâneo no fim de maio, ele voltou há pouco ao trabalho para impedir que o São Paulo (pelo qual foi tricampeão brasileiro) seja exposto ao maior vexame de sua história.

O treinador do Santos, por sua vez, ainda é o substituto de Muricy, Claudinei Oliveira. Efetivo no cargo, ele conseguiu levar a equipe de garotos a resultados surpreendentes, porém não alcançou uma sequência que a transferisse da faixa intermediária da classificação para o pelotão que briga por vaga na próxima edição da Copa Libertadores.

"O que lamentamos é que, se tivéssemos somado ao menos quatro pontos nas duas últimas partidas, estaríamos em uma situação bem melhor. Agora, nós vamos atrás da vitória sobre o São Paulo, para sair dessa situação incômoda, de cinco pontos nas últimas quatro rodadas. Sabemos que é um adversário difícil de ser batido, além de se tratar de um clássico, mas o que nos resta é vencer, para galgarmos posições", disse Claudinei.

Fernando Dantas/Gazeta Press
São Paulo e Santos voltam a se enfrentar no Campeonato Brasileiro; no primeiro turno, alvinegros venceram
Para o duelo com o São Paulo, o treinador alvinegro estuda modificações no time titular. Sem o meia Montillo, com uma lesão na panturrilha direita, Claudinei optou pela volta a sua posição de origem: a lateral direita. O experiente meia Renato Abreu irá deixar a equipe, para a entrada de mais um atacante. Neste caso, o centroavante Willian José é o favorito para jogar. Giva e Everton Costa são as outras alternativas para o setor.

Confirmado diante do ex-clube, o atacante Thiago Ribeiro cobra regularidade na briga pelo G-4. "Não podemos mais perder alguns pontos. Temos clássico agora e precisamos vencer. Matematicamente, tudo é possível. Temos de ir passo a passo, mantendo a regularidade", analisou.

Do lado são-paulino, a volta à Vila não preocupa Muricy. Ao contrário. "Vou voltar a um dos melhores locais em que trabalhei, em termos de ambiente e de tranquilidade de jogar. A gente tem saudade", comenta o treinador que levou o Santos ao título da Libertadores de 2011.

Muricy acumula três vitórias e duas derrotas na competição, além de um empate em casa na Sul-americana. Para o clássico desta quarta-feira, tem os desfalques dos zagueiros Rafael Toloi, lesionado, e Antônio Carlos, suspenso. O mais provável é que a dupla seja formada por Paulo Miranda e Rodrigo Caio, que atuaram no fim de semana respectivamente como lateral e volante. Edson Silva corre por fora.

Na lateral, o titular será Douglas. Já no meio-campo, ainda sem contar com o retorno de Denilson, Muricy deve escalar Maicon, recuperado de dores na panturrilha direita. Seu parceiro de meio-campo será Wellington.

Arte GE.Net
FICHA TÉCNICA
SANTOS X SÃO PAULO

Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 2 de outubro de 2013, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)
Assistentes: Marcio Eustáquio (MG) e Marcelo Van Gasse (SP)

SANTOS: Aranha; Cicinho, Edu Dracena, Gustavo Henrique e Mena; Alison, Arouca, Leandrinho e Cícero; Thiago Ribeiro e Willian José (Giva ou Everton Costa)
Técnico: Claudinei Oliveira

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Douglas, Rodrigo Caio, Paulo Miranda e Reinaldo; Wellington, Maicon e Ganso; Jadson, Osvaldo e Luis Fabiano
Técnico: Muricy Ramalho

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade