Futebol/Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Seedorf cita Cruzeiro e admite decepção com a torcida do Botafogo

Rio de Janeiro (RJ)

Maior jogador e principal ídolo do Botafogo nos últimos anos, o meia Clarence Seedorf revelou certa decepção com a postura do torcedor alvinegro durante a disputa do Campeonato Brasileiro deste ano. Em entrevista ao Sportv nesta quinta-feira, o holandês, que por muitas vezes pediu a presença dos botafoguenses nas partidas da equipe no Maracanã, lamentou a falta de resposta e disse que um maior apoio da torcida poderia deixar o clube carioca ainda vivo na briga pelo título.

“O nosso grupo fez muita coisa boa neste ano, se superando o tempo todo. Mas com certeza a gente ganharia mais jogos se o estádio estivesse lotado. Como o Oswaldo (de Oliveira) sempre diz, torcida não segura a perna de ninguém, mas empurra. Um exemplo claro foi o jogo do Milan contra o Barcelona na última semana. Eles eram inferiores tecnicamente, mas, com 70, 80 mil pessoas atrás, você sempre se doa um pouco mais. E eles conseguiram um grande resultado”, afirmou Seedorf.

Apesar de ser o atual campeão estadual e ter ocupado a liderança do Campeonato Brasileiro nas primeiras rodadas, o Botafogo registra apenas a 12ª maior média de publico da competição, com 12.131 torcedores por partida. Seus três principais rivais, Flamengo, Fluminense e Vasco, embora estejam em posições inferiores na tabela de classificação, possuem média superior à do Alvinegro.

O maior número do Botafogo (23.718) foi alcançado somente na 28ª rodada, na vitória por 2 a 1 sobre o Flamengo, no Maracanã. Curiosamente, este público é inferior até à média do Cruzeiro, líder do Campeonato Brasileiro, que coloca 26.955 pessoas por jogo no Mineirão. Após 31 rodadas e a doze pontos de distância da Raposa, Seedorf lembra os seus inúmeros pedidos para a torcida comparecer ao Maracanã e lamenta não ter sido atendido.

“A gente pediu varias vezes esse apoio. Mas o nosso torcedor não respondeu como a gente esperava. Quando estávamos brigando ponto a ponto pela primeira posição, o Cruzeiro estava lotando o estádio todo o jogo, e nós não. Nenhum time consegue fazer uma grande campanha sem torcida. Eu sou a prova, em toda a minha careira, que você corre mais quando a torcida apoia”, encerrou o holandês.

Divulgação/Botafogo F. R.
O holandês Clarence Seedorf lamentou a falta de público nos jogos do Botafogo no Brasileirão

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade