Futebol/Mundial Sub-17 - ( )

Seleção Brasileira tenta classificação antecipada contra anfitriões

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

Depois de atropelar a Eslováquia com uma goleada de 6 a 1 na estreia, a Seleção Brasileira busca a classificação para a segunda fase do Mundial Sub-17 neste domingo, quando encara os Emirados Árabes Unidos, anfitriões, a partir das 14 horas (de Brasília), no Estádio Sheikh Zayed, em Abu Dhabi, pela segunda rodada do Grupo A. Ganhando, os brasileiros garantirão a vaga desde que a seleção de Honduras, que estreou fazendo 2 a 1 nos Emirados, não seja derrotada pelos eslovacos em confronto previsto para as 11 horas (de Brasília).

Alexandre Gallo, técnico da Seleção Brasileira, conversou com seus jogadores sobre a importância de eles manterem a seriedade contra os Emirados, pois acredita em duelo mais complicado do que na estreia.

“Vai ser um jogo mais disputado com toda a certeza, pois contra a Eslováquia conseguimos fazer as coisas fluírem a nosso favor muito cedo. Porém, desta vez teremos os anfitriões pela frente, e eles precisam do resultado. Não podemos, em hipótese alguma, deixar o ritmo cair, senão seremos surpreendidos”, analisou Gallo, que deverá manter a base da estreia.

Rafael Ribeiro/CBF
Com três gols, o camisa 9 Mosquito, jogador do Atlético-PR, foi o destaque do Brasil contra a Eslováquia
Pelo lado dos Emirados, o desfalque fica por conta do meia Alshamsi Sultan, expulso na estreia contra Honduras. Apesar de a escalação ainda não ter sido confirmada, a tendência é que Ibrahim Lashkari seja o substituto. O técnico Rashed AlbedWawi promete uma postura ofensiva contra o Brasil.

“Temos que pressionar o Brasil. Não podemos ficar atrás esperando o jogo acontecer, pois se isso acontecer a Seleção Brasileira vai conseguir nos acuar e fazer o jogo que lhe interessa”, disse Rashed AlbedWawi.

OUTROS JOGOS: Também neste domingo, acontecem os jogos do Grupo B. O Uruguai, que estreou fazendo 7 a 0 na Nova Zelândia, pega às 11 horas (de Brasília) a Costa do Marfim, derrotada por 1 a 0 pela Itália. No jogo de fundo, às 14 horas (de Brasília), os italianos medem forças com os neozelandeses.

Já na segunda-feira, acontecem quatro jogos. Pelo Grupo C, jogam Croácia e Panamá, às 11 horas (de Brasília), enquanto Uzbequistão e Marrocos duelam às 14 horas (de Brasília). Neste mesmo horário, pelo Grupo D, Japão e Venezuela fazem a partida de fundo do confronto entre Tunísia e Rússia, programado para as 11 horas (de Brasília). 

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade