Futebol/Amistoso - ( - Atualizado )

Seleção Brasileira tenta quebrar tabu de gols contra a Coreia do Sul

Gazeta Press Rio de Janeiro (SP)

Adversária da Seleção Brasileira no amistoso deste sábado, a Coreia do Sul tem pouca história de confrontos com o Brasil. Até hoje, os dois países se enfrentaram apenas quatro vezes, sendo todas em amistosos realizados no país asiático. O mais curioso é que nunca o ganhador conseguiu superar o rival por diferença superior a um gol. Do total de quatro jogos, foram três vitórias canarinhas e uma dos coreanos, que marcaram quatro gols e sofreram seis.

O primeiro duelo ocorreu em agosto de 1995, e os canarinhos ganharam por 1 a 0, com tento anotado pelo então capitão Dunga. O técnico era Zagallo. Dois anos depois, ainda sob o comando do Velho Lobo, o Brasil fez 2 a 1, com gols de Ronaldo e Sonny Anderson.

A única derrota do Brasil na história do duelo aconteceu em 1999, quando os sul-coreanos ganharam por 1 a 0. A Seleção Brasileira estava sendo dirigida por Vanderlei Luxemburgo, que não chegaria ao Mundial seguinte.

AFP
Neymar é esperança brasileira contra o tabu de gols
O último encontro foi realizado em novembro de 2002, poucos meses depois da conquista do pentacampeonato mundial. Sob o comando de Carlos Alberto Parreira, o Brasil venceu por 3 a 2, com gols de Ronaldo (2) e Ronaldinho Gaúcho.

Nas Olimpíadas de Londres, em 2012, o Brasil fugiu à regra e fez 3 a 0 sobre a Coreia do Sul. Na ocasião, contudo, os países estavam com a suas seleções olímpicas.

Confira a ficha técnica da vitória brasileira antes do penta:

FICHA TÉCNICA
COREIA DO SUL 2 X 3 BRASIL

Local: Estádio Sang-am, em Seul (Coréia do Sul)
Data: 20 de novembro de 2002, quarta-feira
Árbitro: Lu Jun (China)
Cartões amarelos: Lúcio (Brasil)
Gols: COREIA DO SUL: Seoul, aos 7 minutos do primeiro tempo, e Ahn, aos 13 minutos do segundo tempo; BRASIL: Ronaldo, aos 16 minutos do primeiro tempo; Ronaldo, aos 22, e Ronaldinho Gaúcho, aos 48 minutos do segundo tempo

COREIA DO SUL: Lee Woon-Jae (B.J. Kim), Choi Jin-Cheul, Kim Tae Young e Hong Myung-Bo (D. E. Kim); Lee Min-sung (D. H. Kim), Lee Young-Pyo, Kim Nam-Il, Kim Hwan-Seoul (Cha) e Song Chong-Guk (Choi); Seol Ki-Hyeon (Hwang) e Ahn Jung-hwan (Y.S. Choi)
Técnico: Kim Ho-Kon

BRASIL: Dida, Cafu (Belletti), Lúcio, Edmílson e Roberto Carlos; Gilberto Silva, Kléberson, Zé Roberto e Ronaldinho Gaúcho; Amoroso e Ronaldo
Técnico: Carlos Alberto Parreira

Veja o histórico de confrontos entre Brasil e Coreia do Sul:

12/8/1995 - Suwon - Coréia do Sul 0 x 1 Brasil - Amistoso
10/8/1997 - Seul - Coréia do Sul 1 x 2 Brasil - Amistoso
28/3/1999 - Seul - Coréia do Sul 1 x 0 Brasil - Amistoso
20/11/2002 - Seul - Coréia do Sul 2 x 3 Brasil - Amistoso

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade