Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Súmula de clássico aponta "tumulto" com torcedores são-paulinos

São Paulo (SP)

O confronto entre são-paulinos e policiais militares, no intervalo do clássico de domingo com o Corinthians, consta na súmula da partida. O árbitro Wilson Luiz Seneme classificou o ocorrido na arquibancada do Morumbi como "tumulto".

"Ao retornar dos vestiários para o início do segundo tempo, visualizamos um tumulto nas arquibancadas onde estavam torcedores do São Paulo. Tal situação foi contida pelo policiamento. Não houve atraso no reinício da partida", diz.

Esportivamente, o clube poderá ser punido nesta reta final do Campeonato Brasileiro. Segundo o procurador-geral do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), Paulo Schmitt, o tribunal deve denunciá-lo no artigo 213 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, cuja pena pode ser a perda de mando de campo de uma a dez partidas.

Se for punido, o São Paulo terá que atuar em um estádio a pelo menos 100 km da capital paulista, o que, na opinião do elenco, seria prejudicial, tendo em conta que o time está apenas dois pontos acima da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

"Nossa torcida tem nos apoiado muito no nosso campo, e isso poderia prejudicar bastante. Mas temos que lutar contra tudo", disse o volante Rodrigo Caio, um dos principais jogadores do elenco.

Além da partida de quarta-feira, contra o Náutico, confirmada para o Morumbi, a equipe treinada por Muricy Ramalho tem ainda mais quatro compromissos como mandante na competição nacional: Portuguesa (em 2 de novembro), Flamengo (13), Botafogo (24) e Coritiba (8 de dezembro).

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade