Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Tite recorda sono perdido antes de possível último Majestoso

Marcos Guedes São Paulo (SP)

Tite vai disputar na tarde de domingo seu 16º Majestoso. Como a permanência do técnico no Corinthians em 2014 ainda não está definida, pode ser o último de uma lista de jogos marcantes contra o São Paulo, adversário que inaugurou a sua trajetória em preto e branco.

A primeira das 259 partidas do gaúcho à frente do time do Parque São Jorge foi um empate por 1 a 1 com o rival do Morumbi, em 2004. Essa e outras jornadas, como a derrota por 1 a 0 que custou seu emprego em 2005, estão na memória do segundo homem que mais comandou a agremiação alvinegra.

“Tive momentos bons e ruins. Todo o mundo sabe que fui demitido em um jogo contra o São Paulo”, disse Tite, que ainda franze as sobrancelhas ao recordar o pênalti perdido no finalzinho. “O Coelho bateu, e o Rogério Ceni pegou. O Kia (Joorabchian, dirigente da MSI, então controversa parceira do clube) queria que o Tevez batesse.”

A estreia já havia causado bastante nervosismo. “O São Paulo era líder do Brasileiro, estava bem na Libertadores. De quinta para sexta, acertei contrato e não dormi. No domingo, empatamos por 1 a 1. Teve um gol de Renato de falta, a bola passou por baixo da barreira. Tínhamos tomado um gol da direita. Só para ficar em um exemplo. Tem coisa ruim e coisa boa”, comentou o treinador.

Divulgação/Agência Corinthians
Tite tem boas recordações até de uma derrota para o São Paulo (foto: Daniel Augusto Jr.)
Tem mesmo. Se caiu por uma derrota para o rival, Tite ganhou mais do que perdeu. É verdade que ele teve de esperar sua volta ao Corinthians, em 2010, mas ele acabou triunfando seis vezes, com cinco empates e quatro derrotas no total. Entre as alegrias, estão os jogos que decidiram a Recopa Sul-americana deste ano.

Até um mau resultado é lembrado com carinho. A equipe alvinegra perdeu em casa para os reservas do São Paulo na última rodada do Campeonato Brasileiro de 2012. Foi o último jogo antes do embarque para o Mundial, derrota considerada importante na preparação.

“É sempre importante observar o contexto, não o fato isolado. O copo transborda porque está cheio, não pelo último pingo. Perdemos por 3 a 1 para o São Paulo no jogo que antecedeu a viagem ao Japão e fomos campeões mundiais. É o conjunto da obra”, afirmou o comandante.

Seja qual for o resultado no Morumbi, será bonito o conjunto da obra de Tite no Majestoso e no Corinthians de uma maneira geral. Ainda é cedo para dizer se a parceria será mantida – a diretoria tem interesse, mas as conversas vão depender de como terminar o ano –, e o técnico prefere não exagerar na nostalgia.

“Cara, não fico pensando em mim, se vai ser o último. Se tem uma coisa que consegui passar na minha vida, foi a vaidade, a ostentação, ficar pensando em mim mesmo. O sabor de dividir talvez seja a maior lição que eu tenha trazido do esporte para a minha vida”, concluiu Tite, louco para dividir com a Fiel mais um triunfo no Majestoso.

Confira os Majestosos de que participou Tite:

30/5/04 São Paulo 1 x 1 Corinthians (Brasileiro)
19/9/04 Corinthians 0 x 0 São Paulo (Brasileiro)
27/2/05 São Paulo 1 x 0 Corinthians (Paulista)
7/11/10 São Paulo 0 x 2 Corinthians (Brasileiro)
27/3/11 São Paulo 2 x 1 Corinthians (Paulista)
26/6/11 Corinthians 5 x 0 São Paulo (Brasileiro)
21/9/11 São Paulo 0 x 0 Corinthians (Brasileiro)
12/2/12 Corinthians 1 x 0 São Paulo (Paulista)
26/8/12 Corinthians 1 x 2 São Paulo (Brasileiro)
2/12/12 São Paulo 3 x 1 Corinthians (Brasileiro)
31/3/13 São Paulo 1 x 2 Corinthians (Paulista)
5/5/13 São Paulo (3) 0 x 0 (4) Corinthians (Paulista)
3/7/13 São Paulo 1 x 2 Corinthians (Recopa)
17/7/13 Corinthians 2 x 0 São Paulo (Recopa)
28/7/13 Corinthians 0 x 0 São Paulo (Brasileiro)

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade