Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Tite se irrita com questionamento e explica substituições no Sul

Porto Alegre (RS)

O meia Rodriguinho, o volante Ibson e Jocinei, volante que entrou na lateral esquerda, foram as alternativas de Tite quando o Corinthians estava atrás no placar em Porto Alegre. Ao fim da derrota por 1 a 0 para o Grêmio, o técnico se irritou com uma insinuação de que as alterações foram defensivas.

“Tu não conheces a característica do Jocinei. Ele entrou na esquerda, com liberdade para sair porque tem o chute de média distância. Tu tens que saber para fazer a pergunta. Caso contrário, fica ruim para ti. O Guilherme sentiu o ritmo, entrou o Ibson, que carrega a bola, jogava com liberdade no Flamengo. Coloquei outro meia para ter outro de articulação com o Douglas. É preciso conhecer as características”, afirmou.

O gaúcho, que deu essa resposta ao repórter conterrâneo sem levantar o tom de voz, procurou mostrar que a frase mais dura não foi um sinal de descontrole. “Vocês nuna me viram perder o discernimento em relação às coisas. Responder mais forte é do conhecimento, do embate.”

Divulgação/Agência Corinthians
Jocinei, como sabe quem o conhece, tem um chute muito forte de pé esquerdo (foto: Daniel Augusto Jr.)
A entrada de meio-campistas com a presença de Paulo Victor e Douglas Tanque no banco foi um dos motivos das críticas recebidas pelo treinador. Segundo ele, a presença de garotos em campo em outros momentos, como a má atuação de Paulo Victor contra o Atlético-PR, mostra por que eles não entraram no Sul.

“Se fosse uma solução mágica botar os garotos... Coloquei o Paulinho e o Léo em partidas anteriores. É um peso grande, a resposta está aí. Tem de usar atletas que estejam preparados em termos emocionais para isso”, justificou o comandante alvinegro.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade