Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

"Títulos só virão se jogadores aceitarem as decisões", diz Guardiola

Munique (Alemanha)

Criticado por promover mudanças no time do Bayern de Munique no início desta temporada, quando assumiu o comando da equipe bávara, o técnico Pep Guardiola disse que o sucesso do time e a consequente conquista de títulos dependem da obediência de seus comandados.

“Seremos melhores quando todos os jogadores estiverem disponíveis. Mas só lutaremos por títulos se cada um dos jogadores aceitar as minhas decisões. Se não aceitarem, teremos problemas. Sou muito amigo dos meus jogadores se eles aceitam o que digo. Apoio quem aceita as minhas decisões, mas quem não quiser me entender ficará no banco muitas vezes”, disse o espanhol em entrevista à revista oficial do time alemão.

O treinador foi criticado por alguns dos principais jogadores do time poucos meses depois de sua estreia. O deslocamento do lateral direito Phillip Lahm para o meio de campo e a entrada de Thiago Alcântara no time titular foram algumas das mudanças questionadas por atletas como Arjen Robben e Thomas Müller.

AFP
Pep Guardiola dá instruções ao holandês Arjen Robben durante jogo do Bayern (foto: Christof Stache)
Os desentendimentos do começo, no entanto, parecem ter sido superados. Guardiola disse que a rápida assimilação por parte de seus comandados foi o principal fator que levou o Bayern à liderança do Campeonato Alemão e do Grupo D da Liga dos Campeões.

“Não me parece relevante ser líder em outubro, mas é sempre algo bom. O essencial é que encontremos o nosso estilo. Alcançámos um bom nível com as exibições frente ao Manchester City e ao (Bayer) Leverkusen. Surpreendeu-me a rapidez com que os jogadores captaram as minhas ideias. Ainda necessitamos de tempo, mas estou satisfeito”, disse o espanhol em entrevista à revista oficial do Bayern.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade