Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Torcida são-paulina promete apoio, mas cobra jogadores no Morumbi

Bruno Grossi, especial para a GE.net São Paulo (SP)

Restando menos de duas horas para o início do confronto entre São Paulo e Vitória, torcedores do clube paulista se reuniram na entrada do Morumbi e organizaram protesto pacífico. A torcida garantiu apoiar a equipe tricolor, mas condicionou a postura positiva nas arquibancadas à dedicação dos jogadores dentro de campo.

Algumas faixas brancas foram estendidas nas imediações do portão de entrada da delegação são-paulina. As frases de incentivo exibidas pelos torcedores foram: “Jogadores, não deixem o gigante cair”, “Jogadores, time grande não cai”, "20 milhões de torcedores confiam em vocês" e “Joguem por nós, torceremos por vocês”. Todas acompanhadas dos tradicionais cantos usados durante as partidas.

Apesar de tentar incentivar a equipe na chegada ao estádio, a torcida não deixou de fazer críticas direta. Um das faixas exibia os dizeres “Somos o clube da fé, não somos o clube das baladas. Muito respeito!” e apenas o técnico Muricy Ramalho foi exaltado depois das saídas de Ney Franco, adversário deste sábado, e Paulo Autuori.

Depois de emplacar três vitórias seguidas sob o comando de Muricy, o São Paulo já acumula três derrotas no Brasileirão. Para piorar, o Vasco da Gama bateu o Internacional na última quinta-feira e derrubou o Tricolor para a zona de rebaixamento.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Torcedores do São Paulo se reuniram na entrada do Morumbi e organizaram protesto pacífico antes da partida

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade