Futebol/Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Vinícius reclama e pergunta se árbitro veste camisa do Corinthians

Luiz Ricardo Fini São Paulo (SP)

O empate por 0 a 0 contra o São Caetano e as críticas da torcida não foram os únicos motivos que deixaram os jogadores do Palmeiras irritados na tarde deste sábado. A arbitragem de Wilson Luiz Seneme também tirou a paciência do líder da Série B, principalmente no pênalti ‘anulado’ após conversa com o assistente Carlos Augusto Nogueira Júnior.

“Foi palhaçada o que ele fez, tem que ver se está com a camisa do Corinthians por baixo”, afirmou o atacante Vinícius. O meio-campista Valdivia também contestou a arbitragem.

“Houve dois pênaltis que o juiz não deu. O auxiliar está lá para levantar a bandeira, e não para dar pênalti. A bola estava com a gente e ele não poderia ter voltado atrás”, criticou o chileno.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Árbitro foi criticado por conta de dois lances em que os palmeirenses queriam pênalti
O lance que mais gerou reclamação dos palmeirenses aconteceu aos 38 minutos do primeiro tempo, quando Seneme apontou para o pênalti, depois de disputa de Alan Kardec com o goleiro Rafael Santos.

Enquanto os jogadores do Azulão reclamavam, o centroavante alviverde já estava com a bola nas mãos, em pé sobre a marca do pênalti, quando o árbitro conversou com o assistente, que alegou não ter existido infração. Com isso, o jogo foi reiniciado sem a cobrança do Palmeiras.

“Fica difícil explicar agora, mas fui tocado. Só não sei se foi junto com a bola”, comentou Kardec. Antes da jogada com o centroavante, os palmeirenses também pediram pênalti em lance com Vinícius, mas Seneme considerou tudo normal.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade