Futebol/Campeonato Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Vitória bate o Botafogo no Barradão e diminui distância para o G-4

Salvador (BA)

Em partida repleta de lances emocionantes, disputada na noite desta quinta-feira, no Barradão, o Vitória derrotou o Botafogo por 1 a 0, gol marcado por William Henrique, no segundo tempo. O resultado fez a equipe baiana chegar aos 43 pontos ganhos e assumir a quinta posição, superando o Goiás, que tem a mesma pontuação, mas perde no número de vitórias. O Botafogo segue na quarta colocação com 49 pontos, uma vez que foi ultrapassado por Grêmio e Atlético Paranaense, que venceram seus jogos na rodada.

Os dois times atuaram de forma ofensiva e proporcionaram um bom espetáculo. Vitória e Botafogo criaram muitas oportunidades durante os 90 minutos, mas o rubro-negro baiano acabou sendo mais feliz ao conseguir marcar o gol que garantiu o triunfo e manteve o time dirigido por Ney Franco em boa posição no Campeonato Brasileiro.

Na próxima rodada, o Botafogo vai enfrentar o Vasco, no Maracanã. Já o Vitória viaja a São Paulo para enfrentar a Portuguesa, no Canindé.

O jogo - Vitória e Botafogo começaram a partida trocando passes em ritmo lento. O período de estudos acabou aos quatro minutos, quando Gegê cruzou, a defesa baiana se atrapalhou e a bola sobrou para Lodeiro, livre na área. O meia uruguaio, no entanto, bateu cruzado para fora, desperdiçando a primeira grande chance da partida.

O lance acordou a equipe da casa, que passou a apertar a marcação sobre os meias alvinegros. E o Vitória criou sua primeira oportunidade aos 15 minutos, em chute perigoso de Marquinhos. Dois minutos depois, foi a vez do meia argentino Escudero arriscar. A bola desviou na zaga carioca e saiu.

O Vitória passou a ficar mais tempo com a posse de bola e criou situações de perigo para a defesa carioca. Aos 23 minutos, Marquinhos recebeu em posição legal e rolou para Renato Cajá empurrar para o fundo das redes, mas a arbitragem marcou impedimento, para revolta da torcida baiana.

A pressão da equipe da casa aumentou e, aos 27 minutos, Renato Cajá mandou uma bomba. Renan defendeu parcialmente e depois se atirou para dar um tapa na bola e impedir que Dinei aproveitasse o rebote.

O Botafogo encontrava grande dificuldade para se organizar. Seedorf era bem marcado por Marcelo e pouco conseguia produzir, deixando para Lodeiro a obrigação de armar as jogadas ofensivas. Só aos 35 minutos é que o time dirigido por Oswaldo de Oliveira voltou a assustar. Após cruzamento da esquerda, Seedorf completou de primeira, mas a bola bateu em Lodeiro, que estava dentro da pequena área e evitou o gol alvinegro.

Aos 38 minutos, o Botafogo voltou a criar uma boa situação de gol. Seedorf recebeu na direita e cruzou para Rafael Marques na área. O atacante dominou, evitou a marcação e bateu com grande perigo para o gol defendido por Wilson.

O Vitória voltou a pressionar e,aos 43 minutos, depois de três escanteios seguidos, Escudero foi derrubado por Marcelo Mattos quase em cima da linha da grande área alvinegra, mas a cobrança de Ayrton acabou explodindo na barreira.

O Botafogo voltou com o atacante Henrique no lugar do meia Lodeiro. A substituição fez Rafael Marques atuar um pouco mais recuado, para permitir que Henrique se colocasse numa posição mais adiantada.

Aos quatro minutos, em rápido contra-ataque, Edilson foi lançado pela direita e cruzou. Rafael Marques recebeu na área e recuou para Seedorf chutar, com perigo, para o gol defendido por Wilson.A resposta do Vitória veio em cruzamento de Ayrton, que Renan tirou de soco. Logo depois, Marcelo arriscou e obrigou Renan a praticar uma defesa muito difícil.

O jogo ficou aberto. Aos oito minutos, Edilson cruzou da direita, Henrique se antecipou a Victor Ramos e desviou, mas a bola acabou saindo. A resposta baiana veio em chute do lateral Juan que o goleiro Renan defendeu, sem problemas. Aos dez minutos, novamente Henrique apareceu na área para concluir, mas o goleiro Wilson neutralizou o lance, com uma boa defesa.

Aos 17 minutos, Marquinhos foi lançado pela direita, invadiu a área e lançou para William Henrique, mas o atacante rubro-negro chegou atrasado e perdeu a chance de concluir. O Botafogo não se assustou e, aos 19 minutos, Edilson cruzou da direita e Rafael Marques, em belo estilo, bateu de primeira e a bola passou perto da trave direita da equipe baiana.

Aos 22 minutos,o Vitória teve uma grande chance para abrir o marcador. Escudero arrancou pelo meio campo e fez passe perfeito para William Henrique que chutou cruzado, mas Renan salvou com o pé esquerdo. A bola ainda sobrou para William que concluiu de forma bisonha e estragou a jogada.

A partida seguiu movimentada e, aos 27 minutos, depois de receber de Júlio César, Seedorf cruzou, da esquerda, na cabeça de Rafael Marques que encobriu o travessão. Aos 30 minutos, Juan que passou a jogar no meio campo, com a entrada de Euller, tentou o drible dentro da área alvinegra e foi derrubado por Edilson, mas o árbitro não assinalou o pênalti reclamado pela equipe baiana.

A pressão do Vitória acabou se transformando em gol. Após troca de passes com Juan, Euller fez o cruzamento para William Henrique entrar e tocar sem defesa para o goleiro Renan. Sem outra alternativa, o Botafogo se lançou à frente para buscar o gol do empate. Oswaldo de Oliveira colocou o atacante Alex no lugar do volante Marcelo Mattos.

As mudanças abriram espaço na defesa carioca e a equipe comandada por Ney Franco tentava chegar ao segundo gol em lançamentos para Marquinhos e William Henrique. O Botafogo quase empatou aos 44 minutos, mas o chute de Rafael Marques, após defesa parcial de Wilson, acabou se chocando na trave esquerda, na última chance de gol do jogo.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade