Futebol/Bastidores - ( )

Wenger acha que Ferguson poderá voltar ao United: "Tudo pode mudar"

Londres (Inglaterra)

Técnico do Arsenal, Arsène Wenger ainda não se convenceu de que Sir Alex Ferguson deixou o Manchester United, em má fase no Campeonato Inglês. De acordo com o francês, a irregularidade dos Red Devils neste começo de temporada europeia poderá fazer o escocês voltar à ativa.

“Em seis meses, vamos saber mais sobre isso (volta de Ferguson). Não podemos descartá-la totalmente”, disse durante coletiva de imprensa, na qual também abordou a autobiografia do ex-colega de profissão, lançada recentemente.

AFP
Wenger crê que oscilação do United poderá fazer Ferguson voltar ao comando técnico do time
Wenger sabe que Ferguson saiu do United, mas ainda acha que o clube não saiu dele. “É difícil tomar uma droga por 30 anos e, do nada, parar”, explicou, referindo-se ao longo tempo que o escocês permaneceu em Old Trafford: 27 anos.

Ainda segundo o treinador dos Gunners, é bem provável que o futebol inglês e europeu comece a ver cada vez menos a longevidade dos comandantes. “O desenvolvimento mudou; A pressão através da sociedade ficou muito maior, porque os níveis de paciência caíram”, lamentou.

Sob o comando do também escocês David Moyes, o United, atual campeão, é só o oitavo colocado da Premier League, com oito pontos a menos do que o Arsenal, líder. Mas, na Liga dos Campeões da Europa, o time de Manchester lidera o Grupo A, com duas vitórias e um empate.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade