Atletismo/Maratona de Nova York - ( - Atualizado )

De volta após dois anos, Maratona de NY é dominada por quenianos

Nova York (EUA)

Cancelada em 2012 devido à passagem do furacão Sandy, a Maratona de Nova York foi realizada normalmente neste ano e, neste domingo, atraiu cerca de 46 mil participantes. Campeão em 2011, o queniano Geoffrey Mutai conseguiu manter o posto de mais rápido na prova norte-americana e conquistou o bi ao completar o percurso de 42,165 quilômetros em 2h08min24.

O Quênia também esteve no lugar mais alto do pódio na competição feminina. Com o tempo de 2h25min07, Priscah Jeptoo cruzou a linha de chegada em primeiro e ficou com o ouro.

Apesar de novamente ter vencido a Maratona de Nova York, Mutai ficou longe de quebrar o recorde da prova, imposto por ele próprio em 2011. Na ocasião, o atleta bateu uma marca que já durava dez anos e cravou 2h06min05. Um dos principais nomes em maratonas e corridas de rua, o corredor tem a melhor marca mundial de 2012, com o 2h04min15 feito na Maratona de Berlim.

AFP
Apesar da vitória, Mutai não consegiu quebrar o recorde da prova, que foi imposto por ele em 2011

Logo atrás do queniano, o etíope Tsegaye Kebede garantiu a prata ao cravar 2h09min16. Já o terceiro lugar no pódio ficou com o sul-africano Lusapho April, com 2min09min45. Enquanto isso, na disputa feminina, a também etíope Buzunesh Deba foi a segunda colocada, com 2h25min46, e Jelena Prokopcuka, da Letônia, ficou com o bronze, com 2h27min47.

A prova deste domingo foi realizada sob um forte esquema de segurança. Contando com um grande número de participantes, a organização da prova teve uma preocupação maior devido ao atentado na Maratona de Boston, em abril, que matou três pessoas. Para evitar qualquer tipo de problema, Michael Bloomberg, prefeito da cidade, já havia declarado que o policiamento iria ser reforçado e que mais de 100 câmeras estavam espalhadas ao longo do percurso.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade