Atletismo/Bastidores - ( - Atualizado )

Membros da Comissão Antidoping da Jamaica se demitem após escândalo

Kingston (Jamaica)

O escândalo de doping de seis atletas jamaicanos segue rendendo polêmicas no país. Nesta sexta, toda a diretoria da Comissão Antidoping da Jamaica (Jadco) pediu demissão de seus cargos por conta da crise gerada pelo caso. Entretanto, eles deixarão a entidade apenas no dia 31 de dezembro.

Em julho, seis atletas jamaicanos testaram positivo para o estimulante oxilofrina. Entre eles, estão os campeões olímpicos Asafa Powell, Veronica Campbell-Brown e Sherone Simpson.

Ao todo, 11 membros da entidade renunciaram. Através de comunicado oficial, a Ministra do Esporte do país, Natalie Neita-Headley, afirma que o governo respeitou a decisão coletiva.

AFP
Campeão olímpico e ex-recordista mundial, Asafa Powell é um dos atletas envolvidos no escândalo
“Recentemente, os comissários da Jadco tiveram conhecimento da percepção pública de que há conflito de interesses entre alguns membros da Comissão. Então, tomaram a decisão para facilitar uma reestruturação na entidade”, disse em comunicado.

Membros da Agência Mundial Antidoping (Wada) visitaram a Jamaica em outubro para analisar o controle do país. Recentemente, o presidente da Wada, John Fahey, ameaçou o país de sofrer penalidades duras caso a Jadco não estivesse agindo de acordo com os padrões, chegando a afirmar que ele poderia ficar de fora dos Jogos Olímpicos do Rio-2016.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade