Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Adilson alerta vascaínos: “Não adianta um time louco e valentão”

Rio de Janeiro (RJ)

A três rodadas do fim do Campeonato Brasileiro, a situação do Vasco está longe de ser confortável. A equipe aparece na 18ª colocação, com 38 pontos – quatro a menos que o Bahia, primeiro time fora da zona de rebaixamento. Apesar da necessidade de vencer os próximos jogos, o técnico Adilson Batista não quer que seus comandados sejam tomados pelo desespero.

"Não adianta dar carrinho para enganar o torcedor. Não quero isso. Gosto de comprometimento e organização. Não adianta ter um time louco e valentão. Vamos perder desta forma. Precisamos jogar com a bola e ter disciplina sem ela. Conhecemos a necessidade de vencer e sabemos que é preciso arriscar um pouco mais. Mas não é colocando quatro atletas na frente que isso vai acontecer", declarou o treinador.

Apesar de saber que uma vitória contra o Cruzeiro sequer tirará o Vasco da zona da degola, Adilson prefere pensar em uma partida de cada vez.

Marcelo Sadio/Divulgação/Vasco da Gama
Contratado para salvar o Vasco da degola, Adilson acumula, até agora, uma vitória, dois empates e uma derrota
"Minha conta é apenas o jogo contra o Cruzeiro. Precisamos vivenciar isso. Nossa tabela tem um grau de dificuldade considerável, e eu sabia disso desde o início. Tenho muito respeito pelo Cruzeiro e não acredito que enfrentaremos um time solto e relaxado por causa do título. Do lado de lá existem profissionais que vão cobrar respeito e seriedade", disse Adilson.

No treinamento realizado na manhã desta sexta-feira, o último do Vasco antes do jogo contra os mineiros, marcado para as 19h30 (de Brasília) deste sábado, o técnico Adilson Batista definiu o time titular, que será formado por Alessandro; Fagner, Luan, Cris e Yotún; Abuda, Guiñazu, Pedro Ken e Marlone; Edmilson e Thalles.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade