Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Adilson insiste em jogadas de bola parada em último treino do Vasco

Rio de Janeiro (RJ)

Em busca de garantir permanência na elite do futebol nacional, o Vasco tem complicado sua situação no Campeonato Brasileiro ao não conseguir conter jogadas de bola parada de equipes adversárias. Nas últimas três rodadas, foram três gols sofridos pelo time carioca em lances deste tipo. Para evitar que o fato aconteça novamente, o treinador Adilson Batista não poupou os atletas do elenco alvinegro em atividade realizada neste sábado, em Atibaia.

Após rápido trabalho de aquecimento, o técnico deslocou grupo de jogadores para grande área e orientou jogadas de bola parada por cerca de 45 minutos. Fagner, Yotún, Marlone e Bernardo eram os responsáveis pelas cobranças, que variavam entre intermediária, escanteio e diretas ao gol. Além disso, Adilson Batista também tentou organizar lances ensaiados.

“Sabemos que será um partida difícil, onde qualquer detalhe pode ser um diferencial. Estamos trabalhando para fazer o nosso melhor. Espero que esses treinamentos e jogadas nos deem o triunfo, pois precisamos vencer o Corinthians”, afirmou o lateral direito Fagner.

Nos minutos finais do treinamento, alguns atletas, como Marlone e Rafael Vaz, aperfeiçoaram cobranças de faltas diretas ao gol. O meio-campista foi o grande destaque da atividade, mostrando bom aproveitamento nos arremates.

Detentor da 18ª colocação na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, com 37 pontos, o Vasco pode deixar a zona de rebaixamento para segunda divisão ainda nesta rodada. Para isso, a equipe alvinegra precisa triunfar diante do Corinthians e torcer para o Bahia (39 pontos) não superar o Náutico, em Pernambuco, ou o Fluminense (39 pontos) ser derrotado pelo São Paulo, no Maracanã.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade